Barra de Navegação

Mensagem RI Rotary Portugal RC Torres Vedras Programa do Mês

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

O Rotary faz hoje 113 anos

a1.jpg

Os rotários dedicam-se a ajudar a humanidade há 113 anos.
A nossa organização, composta por 1.200.000 associados, começou com a visão de um homem: Paul Harris. O advogado formou o Rotary Club de Chicago no dia 23 de fevereiro de 1905 para que profissionais de diferentes setores pudessem interagir, fortalecer os seus vínculos de amizade e ajudar diferentes comunidades.

https://rotary.pt/rotary-international-comemora-113-anos/

publicado por RC Torres Vedras às 12:56
link do post | comentar | favorito

Paul Harris - 19 de abril de 1868 a 27 de janeiro de 1947


 

publicado por RC Torres Vedras às 11:00
link do post | comentar | favorito

Biografia de Paul Harris

a1.jpg

FUNDADOR DO ROTARY

 

Em Outono de 1900, Paul Harris encontrou-se com o advogado Bob Frank no norte de Chicago para jantarem. Eles saíram para uma caminhada, parando em algumas lojas no caminho. Paul ficou impressionado em ver como Frank tinha feito amizades com muitos dos vendedores.


Desde que se mudara para Chicago, em 1896, Paul não havia visto este tipo de camaradagem entre empresários e, naquele momento, começou a pensar em como poderia encontrar esse tipo de companheirismo que o lembrava da cidade onde havia crescido, em Vermont. 


Algum tempo depois, ele convenceu outros empresários a reunirem-se para discutir a formação de um clube para negócios e companheirismo. A Sua visão foi a base para o Rotary de hoje. 


“Tinha a certeza que estava a passar por uma experiência comum a pessoas que chegavam a Chicago provenientes de fazendas e cidades pequenas. Mas se havia outras pessoas em busca de companheirismo, por que não aproximá-las?”

 

INFÂNCIA


Paul Harris, filho de George e Cornelia Harris, nasceu em 19 de abril de 1868 em Racine, Wisconsin, EUA. George lutava para sustentar a sua família como pequeno empresário, muitas vezes dependendo da ajuda financeira do seu pai. 

 

Em julho de 1871, Paul e seu irmão mais velho, Cecil, foram morar com os seus avós paternos em Wallingford, Vermont. Paul mais tarde escreveu: "Economia nunca foi o forte de George e Cornelia, eles sempre gastaram muito.”

 

Paul foi criado pelos seus avós, Howard e Pamela Harris, e só encontrava os pais ocasionalmente. Ele cresceu seguindo os valores familiares presentes na Nova Inglaterra. Em outubro de 1928, quando voltou à cidade em que passou a infância para a cerimónia da fundação do Rotary Club de Wallingford, disse: "Grande parte da essência do Rotary teve origem na velha mesa de refeições da Nova Inglaterra.” Ele era um menino endiabrado. 


Cursou o ensino fundamental em Wallingford e o ensino médio em Rutland, onde muitas vezes fazia bagunça e cabulava na aula. Paul também cursou a Black River Academy, em Ludlow, mas foi expulso depois de algumas semanas. Matriculou-se na University of Vermont, em Burlington, mas foi expulso em dezembro de 1886 com outros três alunos por fazer parte de uma sociedade secreta. Mais tarde escreveu que, apesar de ser inocente, a sua expulsão foi justificada. Paul passou o semestre seguinte com um professor particular e, no primeiro semestre de 1887, entrou para a Princeton University. 


Os Seus estudos, no entanto, foram interrompidos pela morte do seu avô em março de 1888. Apesar de ter terminado o semestre, Paul não voltou à faculdade no ano seguinte.

 

VIDA EM CHICAGO

 

Depois de Princeton, Paul mudou-se para Iowa, onde trabalhou no escritório de advocacia de St. John, Stevenson e Whisenand. Depois desse período de aprendizado, cursou a University of Iowa, formando-se em direito em junho de 1891. Em 1896, mudou-se para Chicago, onde abriu um escritório no centro da cidade. Permaneceu envolvido com a sua profissão por mais de quatro décadas. Paul buscou estabelecer relacionamentos significativos pessoais e espirituais que iam além das suas realizações profissionais.


Costumava frequentar diversas igrejas aos domingos em vez de se prender a uma congregação específica. Mais tarde, Paul comentou que a sua religião era, como ele próprio, difícil de rotular. “Eu realmente não tenho filiação religiosa...Não sou fácil de classificar. As minhas convicções não se encaixam na organização rígida das igrejas... É claro que hoje em dia temos acesso a excelentes sermões pelo rádio e eu ouço três ou quatro deles todos os domingos.” Paul amava a natureza. Em 1908, filiou-se a um grupo que, nas tardes de sábado, fazia excursões a florestas, campos e vales próximos à cidade. Em 1911 o grupo tornou-se o Prairie Club e Paul, um de seus diretores.

 

NASCE O ROTARY


Depois de abrir o seu escritório de advocacia em Chicago, Paul teve a ideia de fundar uma organização para profissionais locais. Em 23 de fevereiro de 1905, Paul Harris, Gustavus Loehr, Silvester Schiele e Hiram Shorey reuniram-se no escritório de Loehr, na sala 711 do Unity Building, para o que mais tarde ficaria conhecido como a primeira reunião de Rotary Club.

 

Em Fevereiro de 1907, foi eleito o terceiro presidente do Rotary Club de Chicago, posição que ocupou até o Outono de 1908. Durante o seu mandato, formou a Comissão Executiva, depois chamada de Comissão de Meios e Andamentos, cujas reuniões aconteciam no horário do almoço e eram abertas a todos os associados. Daí veio a tradição adotada por tantos Rotary Clubs.No final de seu mandato, trabalhou para levar o Rotary além dos limites de Chicago. Alguns associados foram resistentes à ideia a princípio, devido ao investimento financeiro que seria necessário.Mas Paul persistiu e, em 1910, o Rotary já existia em várias outras cidades dos EUA. Paul reconheceu a necessidade de formar um Conselho Diretor e uma associação de âmbito nacional. 


Em agosto de 1910, a primeira Convenção Nacional do Rotary foi realizada em Chicago, onde os 16 clubes se uniram como Associação Nacional de Rotary Clubs e, em votação unânime, elegeram Paul Harris como presidente.


No final de seu segundo mandato, Paul afastou-se as suas funções alegando problemas de saúde, obrigações familiares e profissionais. Foi eleito presidente emérito, título que manteve até a sua morte. Em meados de 1920, voltou a envolver-se ativamente no Rotary, participando de Convenções e visitando clubes em outros países.

 

A SUA VIDA COM JEAN

 

Paul conheceu a escocesa Jean Thomson, filha de John e Ann Younson Thomson, durante uma excursão ao que futuramente se tornaria o Prairie Club. “Em um lindo sábado de março de 1910, juntei-me aos meus companheiros do Prairie Club num passeio de trem por Elgin e Aurora.Eu era solteiro e estava aberto a um relacionamento mais sério...
Foi quando ela apareceu...A alegre e adorável Jean.


Casaram-se em 2 de julho de 1910, em Chicago, e em 1912 compraram uma casa no subúrbio de Morgan Park. O casal deu o nome de Comely Bank à sua casa em homenagem à rua em que Jean morou quando criança em Edimburgo. Lá recebiam amigos do mundo todo e várias vezes realizaram reuniões do Rotary Club de Chicago. Sempre que possível as reuniões eram feitas no jardim, que começou a ser chamado de Jardim da Amizade.

 

O casal não teve filhos e Jean acompanhava o marido nas suas viagens a Rotary Clubs em vários países. Após a morte de Paul, Jean continuou a morar em Comely Bank. Depois de algum tempo, no entanto, vendeu a casa e voltou a Edimburgo em 1955. Lá faleceu em 1963.

 

A Paul and Jean Harris Home Foundation comprou a Comely Bank e tem planos para restaurá-la.

 

POR ESCRITO


Paul queria escrever uma mensagem especial para todos os rotarios e Chesley Perry, o primeiro secretário-geral do Rotary, sugeriu a criação de uma publicação com notícias e assuntos importantes para os clubes, cujo custo fosse coberto por anunciantes. Assim foi criada a “National Rotarian,” mais tarde conhecida como “The Rotarian,”. O artigo” saiu na capa da primeira edição em janeiro de 1911. 


Na edição de Fevereiro de 1915, escreveu em homenagem ao aniversário do Rotary. No livro “This Rotarian Age” (1935), Paul explorou as razões que levam as pessoas a fazerem o bem e descreveu como em 1905 a cidade de Chicago estava pronta para o tipo de mudança que o Rotary poderia oferecer. Ele também abordou os desafios futuros do Rotary e seu potencial para promover a paz mundial. Em 1935, Paul e Jean viajaram por três meses pelo sudeste da Ásia e a Austrália. Paul queria publicar o seu relato desta viagem na forma de um livro para depois lançar uma série de crónicas sobre outras viagens. Ele decidiu chamar a série de Peregrinations, sendo que Peregrinations I seria uma coletânea de histórias de viagens que fizera à Europa e à África do Sul, Peregrinations II sobre a sua jornada pelo sudeste da Ásia e pela Austrália (1935), e Peregrinations III(1937) sobre sua viagem à América Central e do Sul. No entanto, ele nunca chegou a organizar Peregrinations I.

 

O FIM DE UMA ERA

 

Em dezembro de 1945, o casal Harris viajou a Tuskegee, Alabama, para passar os meses de inverno, como costumavam fazer. No início de 1946, Paul apanhou uma gripe. Chesley Perry, associado do Rotary Club de Chicago e secretário-geral do Rotary de 1910 a 1942, viajou a Tuskegee e contou que, apesar de estar recebendo atendimento médico, Paul continuava fraco: "Ele vem tendo problemas pulmonares há alguns anos. Não está dormindo nem se alimentando bem." O casal voltou a Chicago em 28 de março de 1946.


Paul Harris faleceu aos 78 anos no dia 27 de janeiro de 1947, em Chicago, após sua longa doença. Três líderes rotários fizeram discursos no seu enterro: Chesley Perry, T.A. Warren (ex-presidente do RI) e Richard Hedke (então presidente do RI). Ex-presidentes do Rotary Club de Chicago carregaram o caixão. Paul já havia expressado desejo de que, em vez de enviar flores, as pessoas fizessem doações à Fundação Rotária em sua homenagem.

 
Por coincidência, dias antes da sua morte líderes rotários haviam-se comprometido a uma grande iniciativa de arrecadação de fundos para a Fundação. Após a sua morte, foi estabelecido o Fundo em Homenagem Póstuma a Paul Harris como maneira de solicitar essas verbas. Este fundo ajudou a estabelecer as Bolsas da Fundação Rotária para Estudos de Nível Superior. Na reunião de maio/junho de 1947, o Conselho Diretor alocou US$60.000, dos US$228.000 arrecadados, para apoiar o programa.

 

MATERIAIS DE REFERÊNCIA

• My Road to Rotary
• The Remarkable Mr. Harris
• Paul Harris and His Successors
• Honrando Nosso Passado: As Palavras e a Sabedoria de Paul Harris


Pesquiza e divulgação
Boaventura Nogueira

publicado por RC Torres Vedras às 10:53
link do post | comentar | favorito

Aniversário do Rotary

a1.png

 

publicado por RC Torres Vedras às 09:36
link do post | comentar | favorito

Biografia do Fundador do Rotary Paul Harris

 

publicado por RC Torres Vedras às 09:19
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018

Rotary International - 23 de Fevereiro 1905/2018

a1.jpg

 

publicado por RC Torres Vedras às 07:28
link do post | comentar | favorito
Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Aniversário do Rotary

a3.jpeg

O mês de Fevereiro tem um significado muito especial para os rotários, pois foi neste mês, mais precisamente no dia 23 de fevereiro de 1905, que Paul Harris e mais quatro companheiros se reuniram pela primeira vez em Chicago, iniciando a maravilhosa história do Rotary.
 

 Promover a paz e a boa vontade no mundo, através dos programas do Rotary International e da Fundação Rotária, é a missão dos 1,2 milhões de rotários pertencentes a mais de 31.000 clubes localizados em 168 países.

  
Ao promover a boa vontade e a compreensão mundial, disse o fundador do Rotary, Paul Harris, que devemos lembrarmo-nos que é importante atingir, com as nossas acções, o maior número possível de pessoas – rotários e não rotários e que não podemos atingir grandes números sozinhos.
 
Disse, ainda, que o mundo é uma grande orquestra na qual cada um de nós tem um pequeno e insignificante papel. O sucesso do seu e do meu instrumento não depende do nível do ruído que produzem, mas de quão perfeitamente eles se harmonizam com os instrumentos daqueles que estão à nossa volta; e aquele que, voltado para si mesmo, insiste em tocar o trompete do seu modo, com pompa e estardalhaço tornar-se-á não somente um elemento de discórdia mais também indesejável para todo o resto da banda. Se o Rotary puder incutir em nós a consciência de que não somos músicos solistas, mas sim pequenas partes de um todo grandioso, as nossas vidas harmonizar-se-ão melhor com as vidas daqueles ao nosso redor e ao redor do mundo, tornando mais fácil e recompensador o nosso convívio com o próximo.

  

Parabéns Rotary. Que a paz e a compreensão mundial, que tanto se persegue e que parece inalcançável, seja um dia realidade.
 
publicado por RC Torres Vedras às 08:13
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2018

O Rotary foi fundado no dia 23 de fevereiro de 1905

a2.gif

O primeiro clube de prestação de serviços foi fundado no dia 23 de fevereiro de 1905, quando o advogado Paul Harris se reuniu com três amigos num pequeno escritório no centro de Chicago. 


Eles queriam reavivar na mudança do século o espírito de amizade que haviam conhecido nas suas cidades natais. Mais pessoas foram convidadas a juntar-se ao grupo à medida em que o clube se tornou mais conhecido. Ele foi denominado "Rotary", já que o local onde os sócios se reuniam era rotativo - cada vez no escritório de um deles. 

Inicialmente formado por razões de companheirismo, o primeiro Rotary Club rapidamente evoluiu passando a aproveitar os talentos e recursos dos sócios para prestar serviços à comunidade. No final de 1905, o Rotary Club de Chicago tinha 30 sócios. Três anos depois, um segundo clube foi estabelecido em São Francisco, na Califórnia, EUA. No ano seguinte, três outros clubes foram estabelecidos na costa oeste dos Estados Unidos e um quarto em Nova Iorque. Em poucos anos outros grupos inspiravam-se no exemplo do Rotary para formar seus próprios clubes. 

A primeira convenção do Rotary realizou-se no Congress Hotel, em Chicago, durante o mês de agosto de 1910. A Associação Nacional de Rotary Clubs foi organizada nessa época com 16 clubes participantes. O fundador do Rotary, Paul Harris, foi eleito o primeiro presidente da Associação. 

Durante o ano rotário de 1911-12, a Associação tornou-se internacional devido ao estabelecimento de um Rotary Club em Winnipeg, Manitoba, no Canadá. Pouco depois o Rotary cruzava o Oceano Atlântico para estabelecer clubes em Inglaterra, Irlanda e Irlanda do Norte. A Associação Nacional de Rotary Clubs tornou-se assim a Associação Internacional de Rotary Clubs em 1912, para em 1922 adotar o nome de Rotary International (RI). 

Antes de chegar a seu vigésimo aniversário, o Rotary já contava com quase 200 clubes, e mais de 20.000 sócios ao redor do mundo: 

- O primeiro Rotary Club na América Latina foi organizado em Havana, Cuba, em 1915. 

- O primeiro clube da Ásia foi estabelecido em Manila, nas Filipinas, em 1919. 

- Em 1921, pela primeira vez foram organizados Rotary Clubs na Europa continental (Madrid, Espanha), África (Johannesburgo, África do Sul) e Austrália (Melbourne). 

Trabalhando pela paz 

Emquanto o Rotary crescia, aumentava também o alcance das suas actividades. Durante a Primeira Guerra Mundial, o Rotary descobriu novas maneiras de servir, ou seja, por meio de recolha de fundos para trabalhos de assistência e auxílio em situações de emergência. Em 1917 o então presidente do RI Arch Klumph propôs o estabelecimento de um fundo de dotações, que em 1928 se tornou a Fundação Rotária. A Fundação fez sua primeira doação humanitária (US$500) em 1930 à International Society for Crippled Children. 

Após a Segunda Guerra Mundial, muitos clubes que haviam sido desactivados durante o conflito foram restabelecidos e deram início a novos projectos de prestação de serviços, que incluíam auxílio a refugiados e prisioneiros de guerra. 

A delegação do Rotary International, composta de quarenta e nove rotários, foi a maior entre todas as organizações não-governamentais na conferência de fundação das Nações Unidas, realizada em 1945 em São Francisco. Uma conferência patrocinada pelo Rotary em Londres, em 1943, serviu como inspiração para a criação da Organização para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), estabelecida pela ONU em 1946. 

A Fundação Rotária experimentou crescimento modesto até 1947, nesse ano os rotários fizeram doações significativas em memória de Paul Harris, falecido em janeiro de 1947. No mesmo ano, a Fundação inaugurava o seu primeiro programa de bolsas de estudo, enviando 18 estudantes a 7 países diferentes. 

Actualmente, mais de 1.300 estudantes viajam ao estrangeiro como bolsistas do Rotary em cada ano. Dois dos programas do Rotary para jovens, o Rotaract e o Interact, foram criados durante a turbulenta década dos anos 60. Interact Clubs (para jovens de 14 a 18 anos de idade) e Rotaract Clubs (para pessoas de 18 a 30 anos) funcionam sob a supervisão e liderança de seus Rotary Clubs patrocinadores e dão aos jovens a oportunidade de prestar serviços à comunidade além de desenvolver a sua capacidade de liderança e promover a paz e compreensão mundial. Prestar serviços aos jovens continua a ser uma importante ênfase do Rotary. 

O Rotary hoje

O empreendimento mais ambicioso do Rotary, anunciado em 1985, é o programa Pólio Plus -- uma abrangente campanha cujo objetivo é a erradicação da pólio. Conduzida com a cooperação de governos nacionais e agências não-governamentais como a Organização Mundial da Saúde e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Pólio Plus é um paradigma de cooperação dos sectores público e privado na luta contra uma doença. O Pólio Plus ajuda programas de erradicação da poliomelite a níveis regional e nacional, oferecendo vacinas, vigilância e mobilização social. Até o ano 2005 -- data em que se esperava que o mundo estivesse livre da poliomelite -- as contribuições de rotários à erradicação mundial da pólio terão chegado a meio bilhão de dólares.

A partir da sua admissão ao Rotary em 1987, as mulheres são o grupo de crescimento mais rápido do Rotary, gradualmente ocupando posições de liderança na organização. Cerca de 2.000 mulheres são presidentes de clube e esse grupo está rapidamente assumindo posições de liderança regional. Hoje em dia, aproximadamente 1,2 milhões de homens e mulheres, líderes nas suas profissões, participam em mais de 29.700 clubes à volta do mundo.

O Rotary continua a crescer internacionalmente. Após o colapso da Cortina de Ferro, Rotary Clubs que haviam sido desativados durante a Segunda Guerra Mundial foram restabelecidos na Europa Central e Oriental. Em 1990, pela primeira vez foram formados Rotary Clubs na Rússia e em seguida em outras antigas repúblicas soviéticas. 

Atualmente o Rotary International incentiva seus clubes a dedicarem-se às mais variadas actividades de prestação de serviços como o combate à fome, proteção ao meio-ambiente, prevenção de violência, alfabetização, combate ao abuso de drogas, erradicação da poliomelite, serviços à juventude e aos idosos, bem como consciencialização e educação sobre a SIDA. Rotary Clubs à volta do mundo  inspiram-se no lema "Dar de si antes de pensar em si".

 

publicado por RC Torres Vedras às 08:03
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2018

Isto é ROTARY

a3.jpg

SERVIR


Rotary é uma organização internacional dedicada à prestação de serviços humanitários. Os homens e as mulheres associados ao Rotary são líderes profissionais e empresários que se dedicam a melhorar a qualidade de vida dos seus semelhantes, nas respectivas comunidades e no resto do mundo. Os Rotary Clubs implementam uma grande variedade de projetos de prestação de serviços visando combater a pobreza, fome, analfabetismo, uso de drogas e poluição. Serviços à juventude são enfatizados. Trabalhando com e pelos líderes do amanhã, o Rotary patrocina clubes de prestação de serviços para pessoas jovens e oferece programas de orientação profissional.

INOVAR


Onde existe uma necessidade, o Rotary encontra soluções. Apolíticos e não-governamentais, os Rotary Clubs são autónomos e formulam soluções inovadoras para atender necessidades comunitárias. Através de projetos de imunização infantil, postos de saúde, clínicas dentárias e sistemas de saneamento e água potável, os rotários ajudam a melhorar a qualidade de vida dos seus semelhantes. Os clubes também batalham para que a paz reine nas comunidades organizando projetos de prevenção da violência. Os Rotários combatem o analfabetismo patrocinando programas que fortalecem a educação básica e profissionalizante, bem como a formação de professores. Seja à frente de campanhas internacionais pela melhoria da saúde ou liderando campanhas de alfabetização, o Rotary utiliza com sucesso os recursos e o know-how à sua disposição para produzir mudanças positivas. Os Rotários investem os seus conhecimentos e recursos materiais e humanos para melhorar as condições da sociedade.

DAR 


Os rotários apoiam projetos internacionais através da Fundação Rotária, entidade criada em 1917 com o propósito de fazer o bem no mundo, cujas atividades são financiadas exclusivamente graças às contribuições dos rotários. Subsídios humanitários da Fundação Rotária financiam projetos que contam com o patrocínio de Rotary Clubs em pelo menos dois países nos setores de atendimento e suprimentos médicos, água potável, alimentação, treinamento profissionalizante e educação - especialmente nos países em desenvolvimento. Subsídios "Saúde, Fome e Humanidade" (3-H) apóiam projetos sustentáveis que ajudam as pessoas a se tornarem auto-suficientes. Os Rotários também demonstram enorme interesse humanitário oferecendo os seus conhecimentos especializados. Anualmente, mais de 200 subsídios da Fundação financiam as atividades de voluntários do Rotary em mais de 50 países.

INTERCAMBIAR 


O Rotary promove a compreensão cultural e une as pessoas, mesmo quando estas se encontram separadas por grandes distâncias. Os programas de intercâmbio do Rotary incentivam o fluxo livre de idéias e oportunidades no exterior. Por intermédio do Rotary, jovens, estudantes e profissionais entram em contato com culturas e pessoas de outras nações e, ao regressar aos respectivos países, disseminam os conhecimentos adquiridos. Cerca de 7.000 alunos de segundo grau participam anualmente do programa Intercâmbio de Jovens de curta ou longa duração. As Bolsas Educacionais da Fundação Rotária são o maior programa de bolsas internacionais financiado por fundos privados do mundo. Mais de 30.000 estudantes de 100 países já estudaram no exterior como bolsistas do Rotary. O Intercâmbio de Grupos de Estudos é a atividade parceira com distritos rotários em países distintos para que estes enviem e recebam equipes integradas por jovens profissionais não-rotários.

IMUNIZAR


A erradicação da poliomielite é uma das maiores prioridades do Rotary, requerendo a imunização de todas as crianças menores de 5 anos de idade no mundo.
Como resultado dos esforços do Rotary e de seus parceiros globais, mais de um bilhão de crianças foram imunizadas contra a pólio desde 1985. Até 2005, ano estabelecido para a certificação do alcance da meta de erradicação global da doença, os rotários terão contribuído aproximadamente US$ 500 milhões para a causa.
Através do programa Pólio Plus da Fundação Rotária, mais de um milhão de voluntários do Rotary contribuíram para o sucesso dos esforços globais em prol da erradicação da poliomielite. O Rotary é o principal representante do setor privado nessa iniciativa internacional da área da saúde. Os parceiros do setor público incluem a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

SERVINDO ATRAVÉS DO QUADRO SOCIAL


O ideal do Rotary é prestar serviços. A associação a um Rotary Club dá a homens e mulheres a oportunidade de contribuir com sua comunidade de forma estruturada.
• Fundado em 1905, Rotary é a primeira organização de clubes dedicados à prestação de serviços do mundo. Guiada pelo lema "Dar de Si Antes de Pensar em Si", a organização batalha pelo alcance da verdade, justiça, melhores relações entre os povos e paz mundial. As Avenidas de Serviços do Rotary apóiam voluntarismo internacional e comunitário por intermédio das atividades de seus clubes e da promoção da ética em todas as profissões.
• Rotary congrega em 166 países cerca de 1,2 milhão de pessoas, em mais de 31.000 clubes.
• Os Rotários reúnem-se semanalmente para planear atividades de prestação de serviços. Os Rotary Clubs são autónomos, implementando os próprios projetos conforme as necessidades locais e os interesses e habilidades de seus sócios.
• Não-sectários e apolíticos, os Rotary Clubs são abertos a pessoas de todas as raças, culturas e credos. O quadro social dos clubes é representativo da vida profissional e comercial das respectivas comunidades.

 

publicado por RC Torres Vedras às 08:12
link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Fevereiro de 2018

Mensagem especial do fundador do Rotary International, Paul Harris

a1.jpg

No mês em que o Rotary comemora 113 anos, trazemos uma mensagem especial de seu fundador, Paul Harris, publicada na edição de fevereiro de 1947 da revista The Rotarian [a publicação mãe da organização]. O texto é importante não só por ter sido o último – o autor havia falecido em 27 de janeiro daquele mesmo ano –, mas por também conter uma reflexão: de como uma ideia posta em prática em 1905 se expandiu pelo planeta.

 

Os quarenta e dois anos do Rotary

 

Dando uma olhada nas minhas mensagens de aniversário passadas, tive a impressão de já haver coberto cada parte do todo, de que já falei tudo o que sabia. Então me veio à mente que eu havia omitido a pergunta que os rotários me fazem com maior frequência: “Quando você criou o Rotary, imaginava que ele se tornaria algo parecido com o que é hoje?”

 

Minha resposta a essa questão é: “Não”. Meus pensamentos naquele dia, 42 anos atrás, quando o primeiro clube se reuniu pela primeira vez, estavam bem longe disso. Lembrando a resposta de Andrew Carnegie [empresário e filantropo] a uma adorável senhora que lhe perguntou se não achava que seu trabalho era inspirador: “Não, madame, acho que ele foi mais suado do que inspirado.”

 

Assim foi no Rotary. Não houve um início por inspiração. Jovens executivos, a maioria do interior, acorreram em resposta ao meu chamado. Desentrosados com a vida de cidade, nos reunimos para nos ajudar e fazer amizades. Sentíamo-nos solitários e havíamos encontrado uma cura para a solidão. Ansiávamos pelas reuniões como um viajante em um deserto anseia por um oásis. Abolimos o “senhor” e usávamos os primeiros nomes. Silvester Schiele sugeriu fotos na nossa lista de associados e a leitura de jornais sobre nossos respectivos negócios. Harry Ruggles contribuiu com músicas durante as reuniões.

 

O meu projeto para o nosso clube era que apenas um membro de cada ramo de negócio seria elegível para admissão. Dessa forma, poderíamos desfrutar do companheirismo, assim como nos ajudar em nossas respectivas áreas de atividade. O clube cresceu aos trancos e barrancos, e representantes de diferentes nacionalidades, religiões e convicções políticas foram chegando. A total tolerância prevalecia.

 

A nossa paz e tranquilidade, porém, logo chegou a um limite. Cansamos de nos contentar com isolacionismo e começamos o Serviço à Comunidade, construído sobre os alicerces do companheirismo e da boa vontade, e essa base nunca foi abalada. O Rotary se tornou conhecido como uma influência benéfica na cidade de Chicago.

 

Quase simultaneamente, iniciei uma campanha para criar Rotary Clubs em outras cidades. A maioria dos associados considerou que isto era uma fantasia além dos limites da razão. Então segui adiante sozinho, embora com a simpatia de todos. É uma questão histórica como o clube Número Dois foi organizado em São Francisco, como o Rotary atravessou a fronteira do Canadá até Winnipeg, e então cruzou o oceano até as Ilhas Britânicas, onde se tornou uma influência por toda a extensão britânica. Chegou a vez de Cuba e, finalmente, o Rotary se espalhou pelo mundo.

 

Se eu fui o arquiteto, Chesley R. Perry foi o construtor. A ele devem ser creditados mais resultados do que a qualquer outro homem. Membro do clube de Chicago, ele foi eleito secretário da Associação Nacional de Rotary Clubs quando esta foi formada em 1910. Ele serviu, como meus leitores bem o sabem, como secretário do Rotary desde então até 1942, e nesse meio tempo fundou e tem editado esta revista. E então vieram homens como o falecido James W. Davidson, do Canadá, que com seu compatriota Coronel L. Layton Ralston, “plantou” o Rotary nos antípodas. Posteriormente, quando a saúde e as forças de Jim [James] estavam fraquejando, ele passou três anos completando a difusão do Rotary para muitas outras terras. Depois de fazer seu relatório para o Conselho Diretor do Rotary International, em Chicago, Jim retornou ao Canadá e lá faleceu.

 

O Rotary se desenvolveu com dificuldade, por meio de um trabalho de sacrifício de homens que se dedicaram incansavelmente. Ele agora segue de maneira miraculosa. Seu companheirismo faz com que homens peguem suas camas (conscientemente doentes, às vezes, acredito) e caminhem antes de interromper a presença nas reuniões dos Rotary.

 

Mas o Rotary executa também serviços inestimáveis de inúmeras outras maneiras. Vejam como ele está espalhando conhecimento nas Nações Unidas, onde a própria civilização está em jogo. Como o Rotary poderia agir de outra forma? Os delegados estão reunidos para promover a compreensão internacional e a boa vontade. Este é o âmago dos ensinamentos do Rotary. Rotários estavam entre os membros de 20 delegações e eram coordenadores de sete delas no encontro das Nações Unidas em São Francisco. Mais poder, mais poder para ti, meu amado Rotary!

 

Deve-se lembrar que 1905, ano do nascimento de Rotary, não estava longe dos tempos das carroças. E agora estamos na era dos aviões e da quebra do átomo, e o Rotary ainda está aí. Por exemplo, Phil Lovejoy, o competente sucessor de Ches Perry, pode pegar um avião em Chicago, pousar em Londres, visitar vários clubes, e estar de volta à sua mesa em uma semana!

 

Não, senhores rotários, eu não imaginei em 1905 um movimento mundial com 6.000 clubes e 300 mil homens. Quando um homem planta uma pequena muda no início da primavera, pode ter certeza que algum dia ali crescerá uma poderosa árvore? Ele não precisa contar com chuva e sol e o sorriso da Providência? Quando ele vê o primeiro broto, então, aí sim, ele pode começar a sonhar com a sombra.

 

Paul Percy Harris

Fundador e presidente emérito do Rotary International

Fonte: Revista Rotary Brasil

 

publicado por RC Torres Vedras às 18:52
link do post | comentar | favorito

ROTARY INTERNATIONAL

 

Traduzir o Texto



lema2017.jpg




Button Size

Button Size

Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
17
19
21
24
25
26
27
28

Posts recentes

O Rotary faz hoje 113 ano...

Paul Harris - 19 de abril...

Biografia de Paul Harris

Aniversário do Rotary

Biografia do Fundador do ...

Rotary International - 23...

Aniversário do Rotary

O Rotary foi fundado no d...

Isto é ROTARY

Mensagem especial do fund...

23 de Fevereiro: Aniversá...

Conheça a História do Rot...

Saiba mais sobre a nossa ...

A nossa história

Prova Quádrupla

Companheiro PAUL HARRIS

Roda dentada do Rotary

Conheça seis Campeões da ...

21 de setembro - Dia Inte...

Conheça a história da pri...

Você sabe como surgiu o a...

Vozes do Rotary: História...

23 de Fevereiro: Aniversá...

TRECHO EXTRAÍDO DO CAPÍTU...

Mulheres no Rotary: Conhe...

23 de Fevereiro: Aniversá...

Fazendo o Bem no Mundo há...

Fevereiro: Mês da Paz e d...

ROTARY: Um pouco de histó...

O Rotary e os Jovens

História do Rotary

Paul Harris - 19 de abri...

Parabéns ROTARY INTERNATI...

Os Quatro Primeiros Rotár...

Há 68 anos falecia o fund...

ÁRVORES DA AMIZADE

Prova Quádrupla

Árvores da Amizade

Paul Harris - 19 de abri...

Lembrando Paul Harris - 1...

OS QUATRO PRIMEIROS ROTÁR...

Há 67 anos falecia o fund...

Conheça todos os lemas do...

As Mulheres no Rotary

Aniversário do Rotary Int...

ANIVERSÁRIO : 23 de Fever...

Primeiro secretário geral...

Há 66 anos falecia o noss...

Paul Harris - 19 de abril...

Lembrando Paul Percy Harr...

tags

actividades ri

aniversário ri

assembleia internacional

badaladas

boletim mensal

boletins

bolsas

companheirismo

comunicação

conferência

conselho legislaçao

convenção

convenção 2017

convenção2012

convenção2013

convenção2014

convenção2015

convenção2016

convenção2017

convenção2018

distrito rotario

divulgação

dqs

efeméride

estatisticas

formação

fotografias

frp

fundação rotária

governador

governador d1960

historia do rotary

ige

interact

jornais

lema

mensagem ri

noticias distrito

novas gerações

palestras

plano de actividades

pobreza e exclusão social

polio

presidente 2013/14

presidente ri

presidente ri 2014-15

presidente ri 2015-2016

presidente ri 2016/17

presidente ri 2017/18

princípios rotary

programa mensal

quadro social

quadro social companheirismo

rc torres vedras

redes sociais

relações públicas

revista

revista municipal

rotaract

rotary international

rotary leader

ryla

secretario ri

serviços

the rotarian

vog

voluntariado

vozes do rotary

todas as tags

Arquivos

Links

Pesquisar neste blog

 

ROTARY INTERNATIONAL no YOUTUBE

 

Rotary International no youtube


Sites de Interesse: