Barra de Navegação

Mensagem RI Rotary Portugal RC Torres Vedras Programa do Mês

Sexta-feira, 30 de Junho de 2017

Obrigado a John Gérmen pela sua liderança

a1.jpg

Obrigado a John Gérmen pela sua liderança durante o seu ano presidencial, inspirando-nos a todos a servir a humanidade através do Rotary, veja:

https://www.rotary.org/pt/president-germ-looks-back-productive-year

 

publicado por RC Torres Vedras às 16:07
link do post | comentar | favorito
Domingo, 28 de Maio de 2017

Junho 2017 - Mensagem do Presidente do RI

MGerm-John-sml-c.jpgeus irmãos e eu fomos criados em Chattanooga, nos Estados Unidos, e aprendemos desde cedo a trabalhar duro. Foi uma lição aprendida com nosso pai, que chegou sozinho aos Estados Unidos, quando adolescente. Ele queria que nossas vidas fossem melhores e mais fáceis do que a dele; queria nos dar a educação e as oportunidades que ele não teve. Sempre soubemos que, quando ele chegava em casa às 8 horas da manhã depois de trabalhar o turno da noite na fábrica de papel, ele estava fazendo isso por nós.

 

Olhando para trás, pelo prisma de muitos anos, vejo no trabalho duro do meu pai não apenas uma expressão de seu amor por nós, mas o desejo universal de cada geração de cuidar e erguer a próxima. E da mesma maneira, revendo este ano de serviços no Rotary, percebo esse desejo refletido em cada um de nós que escolhemos fazer parte desta grande organização. É natural que os pais queiram que a vida dos seus filhos seja melhor que as deles. Por meio do Rotary, podemos fazer muito mais: podemos melhorar as coisas, não só para nossos próprios filhos, mas para todas as crianças. Temos a oportunidade de cuidar e erguer aqueles que mais precisam de nós, sejam pessoas de nossa própria comunidade ou do outro lado do mundo.

 

Enquanto Judy e eu viajamos pelo mundo a serviço do Rotary nos últimos dois anos, lembramos, repetidas vezes, do que nos motiva no Rotary: o simples desejo de ajudar, dar a mão a quem precisa. Quer se trate de construir um banco de sangue em Uganda, entregar uma máquina de raio-X a uma aldeia na Guatemala ou cuidar de refugiados no Líbano, os rotarianos estão fazendo o que é mais necessário para as pessoas mais necessitadas. Eles estão trabalhando muito pelas comunidades, ajudando as pessoas a terem uma vida melhor.

 

Para mim, essa é a essência do Rotary: o desejo de ser útil, essa vontade de trabalhar para o bem dos outros. No Rotary, quando alguém precisa de ajuda e você pode ser útil, você não vai embora nem dá as costas. Você diz: estou aqui para você e farei tudo o que estiver a meu alcance. E sei que tudo o que eu fizer, eu não estarei fazendo sozinho — estarei fazendo com o Rotary a Serviço da Humanidade.

JOHN F. GERM

PRESIDENTE, 2016-17

publicado por RC Torres Vedras às 20:03
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

Maio 2017 - Mensagem do Presidente do RI

a1.jpeg

Estamos na contagem regressiva dos preparativos para a nossa 108ª Convenção Internacional, que acontecerá de 10 a 14 de junho em Atlanta. O evento é sempre aguardado com ansiedade e expectativa, e este ano ele certamente será inesquecível com a grande celebração do centenário da Fundação Rotária. Festejaremos animados pelo lema do nosso ano, Rotary ao Serviço da Humanidade, e pelos 100 anos de excelentes ações da Fundação Rotária mundialmente.

 

Ainda há tempo de se inscrever pelo site riconvention.org/pt. Não há forma mais adequada de encerrar um ano rotário do que ao lado de 40.000 pessoas unidas no mesmo propósito, com as quais você pode conversar, se divertir e até planear futuras parcerias.

 

Um bom motivo de ir a Atlanta é para assistir à apresentação de Bill Gates, amigo querido e parceiro nosso de peso. Recomendo também a Conferência Presidencial da Paz, realizada nos dias 9 e 10 de junho, que terá a presença de Bernice King, filha de Martin Luther King Jr. e Coretta Scott King.

 

Tenho orgulho de ser o anfitrião de uma Convenção que acontece praticamente no meu quintal. Atlanta, cidade moderna que resume a essência e hospitalidade do sul dos Estados Unidos, fica somente a duas horas da minha casa. A Comissão Anfitriã planeou uma semana cheia de atividades, começando com o evento musical de sábado à noite: "Blue Jeans and Bluegrass".

 

Dance ao som do ganhador do Grammy Ricky Skaggs e sua banda Kentucky Thunder, no Centennial Olympic Park. Encontre amigos no Centennial Celebration Block Party e também no Peace Tour. Arregace as mangas para ajudar no projeto Habitat Home Build e amarre os cadarços para a corrida/caminhada 3K. Ah, e antes de você partir, retorne à Casa da Amizade para um dos momentos mais aguardados: a festança dos 100 anos da Fundação, com direito a bolo e sorvete.

 

Razões não faltam para todo rotariano celebrar com a Judy e eu em Atlanta.

JOHN F. GERM

PRESIDENTE, 2016-17

publicado por RC Torres Vedras às 11:25
link do post | comentar | favorito
Domingo, 29 de Janeiro de 2017

Fevereiro 2017 - Mensagem do Presidente do RI

a1.jpeg

O Rotary fará 112 anos em 23 de fevereiro. É espantoso ver o quanto o mundo, e o Rotary, mudaram desde que o Paul Harris e mais três amigos deram origem à organização em Chicago, nos idos de 1905.

 

Algumas coisas são fáceis de se comparar entre hoje e o mundo de então. As mudanças foram vertiginosas no campo da medicina, tecnologia e sociedade em geral. Se colocarmos lado a lado um mapa mundi atual e um de 1905, veremos muita diferença. Ao contrário, não podemos comparar o real com o que poderia ter sido, simplesmente pela inexistência de dados. Em outras palavras, não dá para comparar o mundo de hoje com o que ele seria se o Rotary não existisse.

 

Foram muitos os desafios enfrentados pela organização nestes 112 anos. Tratamos conflitos com ações de paz, e pobreza com educação. Tratamos a falta de saúde básica com projetos de pequeno e grande portes; indo do fornecimento de equipamentos a clínicas em pequenos vilarejos à ambiciosa iniciativa para erradicar a paralisia infantil.

 

Jamais saberemos como o mundo seria sem o Rotary, sem Rotary Clubs em praticamente todos os países, sem pessoas que não quisessem se juntar a nós.

 

O que posso é dizer com absoluta certeza que o mundo é um lugar bem melhor do que seria graças ao Rotary, e que o Rotary aumenta em força e poder por causa de você.

 

O mundo precisa do Rotary agora mais do que nunca. Precisa da nossa coragem, otimismo e idealismo. Precisa da nossa voz de tolerância, coooperação e esperança. Precisa de uma organização como a nossa, que provou que pessoas de todos os países e culturas podem trabalhar num clima de amizade e juntas chegarem ao sucesso.

 

Nenhum de nós conhece plenamente o impacto das nossas ações. Nenhum de nós conhece os efeitos que virão do que fizermos e dissermos, das decisões que tomarmos, das oportunidades que agarrarmos e das que deixarmos passar. Mas todos nós sabemos que quando plantamos o bem, colheremos o bem; quando escolhemos Dar de Si Antes de Pensar em Si, o caminho que seguirmos será feliz.

 

O futuro é misterioso e não se revela antes do tempo. Ninguém consegue prever com exatidão o que está por vir, porém, eu tenho fé no meu Rotary e nos rotarianos, de que com o passar de cada ano faremos do mundo um lugar melhor por meio de um Rotary a Serviço da Humanidade.

JOHN F. GERM

PRESIDENTE, 2016-17

publicado por RC Torres Vedras às 13:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Janeiro de 2017

Janeiro 2017 - Mensagem do Presidente do RI

pr.jpeg

A chegada de 2017 assinala o segundo ano da iniciativa de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, os quais estão relacionados a 17 áreas que abrangem questões econômicas, políticas e sociais. A lista em si é bastante ambiciosa, e não poderia ser de outra forma considerando que o propósito desses objetivos é o alcance da paz, prosperidade, segurança e igualdade para todos.

 

Já estamos bastante familizarizados com os objetivos da ONU, pois eles refletem as nossas áreas de enfoque. A saúde não existe sem água limpa, e esta não existe sem saneamento. Água limpa e saneamento nas escolas contribuem ao aprendizado dos alunos, levando a melhorias econômicas e na área da saúde, completando um círculo. Quando falamos do avanço da população e do nosso planeta como um todo, nenhum indicador, meta ou país pode ficar isolado. Para que o progresso seja palpável e duradouro, devemos todos avançar juntos.

 

A ideia de sustentabilidade é vital aos objetivos da ONU e ao trabalho que executamos. Sustentabilidade significa simplesmente a conquista de progresso duradouro. Significa não somente abrir um poço, mas também garantir que a comunidade inteira se responsabilize por sua manutenção. Significa não somente organizar uma feira de saúde por uma semana, mas também treinar agentes da saúde. Significa empoderar famílias e comunidades para que guiem suas vidas rumo ao sucesso.

 

A sustentabilidade está no cerne do pensamento rotário. Há 112 anos que estamos atuando positivamente e presenciando a diferença que o nosso trabalho faz na saúde, educação, água e saneamento, sem contar nossa colossal contribuição ao fim da pólio.

 

E por falar em pólio, sua erradicação será uma conquista sem paralelo em termos de sustentabilidade, um mega projeto que depois de concluído beneficiará o mundo muito além da erradicação de uma doença. Sem a paralisia infantil, economizaremos US$1 bilhão por ano, dinheiro esse que pode ser direcionado para sanar outras necessidades para um amanhã mais saudável para todos nós.

 

JOHN F. GERM

PRESIDENTE, 2016-17

publicado por RC Torres Vedras às 11:44
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016

Entrevista com o presidente do Rotary International

a1.jpg

Esta sexta-feira, dia 18 de novembro, às 16h30 (hora de Portugal) assista, ao vivo, a uma entrevista com o presidente do Rotary International, John Germ. Basta aceder à página oficial do Rotary International no Facebook a essa hora: https://www.facebook.com/rotary

#Rotary #RotaryInternational ##JohnGerm #ThankaThon

 

publicado por RC Torres Vedras às 09:08
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Agosto de 2016

Agosto 2016 - Mensagem do Presidente do RI

Germ-John-sml-c.jpg

George Campbell, dono da empresa para a qual eu trabalhava, me convidou para o Rotary 40 anos atrás. Naquela época, era muito comum nos Estados Unidos o chefe convidar o funcionário para se associar ao Rotary Club. Para ele, estar no Rotary era bom para os negócios e para a comunidade, e cabia a você simplesmente aceitar. Não é de se estranhar que, graças a essa cultura, o número de associados cresceu bastante naquele tempo.

 

George me advertiu para não usar o Rotary como desculpa para ficar displicente no trabalho. Isso não foi problema para mim, pois continuei sendo um bom funcionário e arrumava tempo para ir à reunião do clube na hora do almoço e servir em comissões. Eu nunca tive que me preocupar se o horário de almoço mais longo que eu tirava uma vez na semana atrapalharia meu avanço profissional, ou se meu chefe ficaria zangado se eu estivesse em uma ligação para o Rotary durante o horário de expediente.

 

Hoje as coisas estão diferentes. Grande parte das empresas não tolera que seus funcionários desperdicem tempo em outra coisa que não seja o serviço, e não é todo gerente que valoriza o voluntariado. É difícil aproveitar uma reunião do Rotary se o seu telefone fica apitando constantemente com novas mensagens do seu trabalho. E ficou mais difícil ainda equilibrar o Rotary e a vida profissional. O modelo que impulsionou o nosso crescimento no passado é o que impede a nossa expansão atualmente.

 

Foi por este motivo que o último Conselho de Legislação aprovou medidas inovadoras que permitem aos clubes variar o horário das reuniões e expandir o número de associados em potencial. Os clubes passaram a ter mais flexibilidade para atender às necessidades dos seus associados e derrubar o máximo de barreiras ao crescimento do quadro associativo. Mas há uma barreira que somente cada um de nós pode derrubar. Muitos companheiros não convidam outras pessoas para se associarem – e isso é um grande problema.

 

Sempre que falo a um grupo de rotarianos sobre a necessidade de termos mais mãos dispostas, mais corações afetuosos e mais mentes brilhantes para fazermos o nosso trabalho, todos aplaudem. Mas essas mãos, corações e mentes não aparecerão nos clubes como num passe de mágica. Temos que convidar as pessoas para se associarem. O convite é algo que só você pode fazer aos seus conhecidos. Ele é um presente. É dizer a alguém: “você tem o talento, as habilidades e o caráter que a nossa comunidade precisa para ficar melhor, e eu preciso que esteja do meu lado para que isso aconteça”.

 

Eu sou o presidente do Rotary International, mas só posso convidar as pessoas a se associarem ao meu Rotary Club de Chattanooga. Eu não tenho o poder de fortalecer o seu clube ou a sua comunidade. Só você pode fazer isso, convidando pessoas qualificadas para, ao seu lado, ajudarem o Rotary a Servir a Humanidade.

JOHN F. GERM

PRESIDENTE, 2016-17

publicado por RC Torres Vedras às 22:48
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Julho de 2016

Julho 2016 - Mensagem do Presidente do RI

Germ-John-sml-c.jpg

Hoje, olhamos adiante rumo ao ano rotário que um dia poderá ser conhecido como o maior da nossa história, o ano em que ocorrerá o último caso de paralisia infantil no mundo. O vírus selvagem da pólio provocou apenas 74 casos em 2015, todos no Afeganistão e Paquistão. Ao mesmo tempo que continuamos a trabalhar incansavelmente pela meta de erradicação, precisamos nos preparar para crescer com o nosso sucesso.

 

É extremamente importante para o futuro do Rotary que o nosso papel na erradicação da pólio seja reconhecido. Quanto mais conhecidos formos pelas nossas realizações, mais conseguiremos atrair parceiros, verbas e, acima de tudo, os associados necessários para realizarmos ainda mais. Estamos trabalhando arduamente na Sede Mundial do Rotary para sermos reconhecidos, mas precisamos divulgar por meio dos clubes e em suas comunidades o que o Rotary é e o que faz. É essencial que os clubes estejam prontos quando a pólio for erradicada. Dessa forma, as pessoas verão que o Rotary é um veículo através do qual elas podem transformar o mundo, e que todo Rotary Club está pronto para oferecer-lhes essa oportunidade.

 

Se quisermos ver o Rotary ao Serviço da Humanidade nos próximos anos, precisaremos de mais pessoas que estendam suas mãos, mais corações que se importem, mais mentes brilhantes para realizar o nosso trabalho. Necessitaremos de clubes flexíveis, que atraiam jovens, assim como recém-aposentados e profissionais. Deveremos buscar novas parcerias e estar mais abertos a colaborações com outras organizações.

 

Ao pensar no futuro, vemos uma nítida necessidade de priorizar a continuidade da nossa liderança. Nós, no Rotary, estamos jogando no mesmo time, trabalhando para alcançar as mesmas metas. Para atingi-las, teremos que avançar na mesma direção – juntos.

 

No Rotary, você tem a oportunidade de transformar vidas diariamente. Tudo o que você fizer importa, todo trabalho bem feito faz do mundo um lugar melhor. No novo ano rotário, teremos uma nova chance de melhorar o mundo por meio de um Rotary a Serviço da Humanidade.

JOHN F. GERM

PRESIDENTE, 2016-17

publicado por RC Torres Vedras às 17:24
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Junho de 2016

Discurso de John Germ - Rotary International 2016/17

"Rotary ao Serviço da Humanidade" é o lema de John Germ para o período 2016-17. Assista a um breve discurso do novo presidente sobre a importância de ser rotários.

 

publicado por RC Torres Vedras às 16:03
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016

Apresentação do lema de 2016-17 JOHN GERM, Presidente Eleito do RI

im1.jpg

 Caros amigos, companheiros e governadores de 2016-17:

 

Bem-vindos à Assembleia Internacional! Um filósofo grego escreveu, em certa ocasião, que grandes empreendimentos começam com pequenas oportunidades. Essa frase soa bem aos ouvidos, não acham? Mas sabem de uma coisa? Eu não a acho verdadeira. Grandes empreendimentos não começam com pequenas oportunidades; eles começam com grandes oportunidades. O que acontece é que as grandes oportunidades às vezes aparentam ser pequenas. Cada um de nós recebeu uma grande oportunidade. E não estou me referindo à oportunidade de ser governador de distrito ou presidente do RI. Estou falando sobre a grande oportunidade que nos colocou no caminho certo para chegarmos até aqui. Esta oportunidade não chegou com uma ligação telefônica em que ouvimos: “Parabéns pela sua indicação”. Ela chegou por meio de um rotário que disse: “Gostaria de convidá-lo para uma reunião do meu Rotary Club”. Na época, isso pode ter parecido uma oportunidade pequena. Mas independentemente do motivo, aquele convite, naquele momento, pareceu uma boa ideia: a possibilidade de conhecer pessoas novas, fazer boas ações e se divertir ao longo do caminho. Acho que cada um de nós reconhece a oportunidade de servir ao próximo, por meio do Rotary, com base no que isso realmente representa. Não uma pequena, mas uma grande oportunidade que nos levou ao grande empreendimento chamado Rotary. O que eu quero que todos tenham em mente – hoje, amanhã e no ano à frente – é que a única diferença entre uma pequena e uma grande oportunidade é o que fazemos com ela.

 

Todos nós estamos aqui em San Diego por termos recebido a oportunidade de motivar, inspirar e orientar os clubes para prestarem serviços melhores, mais eficazes e ambiciosos. O que faremos com esta oportunidade só dependerá de nós, mas as decisões que tomarmos não impactarão apenas a nossa vida. O efeito do nosso trabalho e das nossas decisões será sentido no mundo inteiro e tocará pessoas que jamais vamos conhecer, mas cujas vidas serão transformadas pelo Rotary. Estou me referindo a mulheres que, neste momento, estão andando por estradas de terra, carregando galões para buscarem água em um riacho poluído que fica a uma hora de distância de suas casas. No ano que vem, elas não vão precisar mais fazer isso graças aos poços que o Rotary escavará. Estou falando de meninas na Índia, que são forçadas a abandonar seus estudos com 12 ou 13 anos porque não há banheiros nas escolas que frequentam. No ano que vem, elas não terão que parar de estudar graças às instalações sanitárias que o Rotary construirá. E estou pensando nas crianças do Paquistão e do Afeganistão, que diariamente correm o risco de ficar paralíticas em decorrência da poliomielite. No ano que vem, elas não terão que se preocupar com isso porque o Rotary as vacinará. Em breve, seus países e o mundo inteiro estarão livres da pólio.

 

Tudo isso pode acontecer se vocês, os presidentes de clube e os rotários reconhecerem que a oportunidade de entrar para o Rotary foi um acontecimento ímpar. Uma grande chance de mudar o mundo para melhor e para sempre, por meio dos serviços da nossa organização em prol da humanidade. Meus amigos, estamos em um momento decisivo no Rotary. Estamos olhando adiante para um ano que, um dia, poderá ser considerado o maior da história rotária: o ano do último caso de pólio no mundo. Falta tão pouco... E estamos mais próximos do que nunca de alcançar nosso objetivo. O sul da Ásia e todo o continente africano já estão livres da poliomielite. Há apenas dois países onde o vírus selvagem da pólio continua endêmico. E estes países, o Afeganistão e o Paquistão, estão fazendo o possível para que, com a nossa ajuda, o vírus seja finalmente erradicado este ano. Começamos esse trabalho há mais de 30 anos e, durante todo esse período, jamais desistimos. Em breve, depois de destinarmos US$1,4 bilhão para a causa e vacinarmos mais de 2,5 bilhões de crianças, iremos terminá-lo. Quando este momento chegar, precisamos estar preparados. Devemos garantir que nosso sucesso seja reconhecido e, com isso, conseguir mais parcerias, registrar maior crescimento e implementar projetos ainda mais ambiciosos nas décadas que estão por vir. Precisamos assegurar que todos saibam do papel desempenhado pelo Rotary na erradicação mundial da pólio. Isso é extremamente importante. Quanto mais formos conhecidos por aquilo que alcançamos, mais capazes seremos de atrair parceiros, conseguir verbas e, acima de tudo, encontrar mais associados para chegarmos a novos patamares. Estamos trabalhando arduamente para garantir que o Rotary receba esse crédito. Mas as coisas não acontecem apenas em Evanston. Precisamos que vocês divulguem, por meio de seus clubes e nas suas comunidades, o que o Rotary é e faz. Precisamos ter certeza de que os nossos clubes estarão prontos para o momento em que a pólio finalmente for erradicada. Assim, quando as pessoas quiserem fazer o bem, elas saberão que é possível mudar o mundo por meio do Rotary e que todos os Rotary Clubs estão dispostos a lhes dar esta oportunidade.

 

Precisamos de clubes que não apenas atraiam novos associados, mas que os engajem nos serviços rotários. Clubes que sejam receptivos e atuantes, e que realmente sigam a Prova Quádrupla. Não podemos nos esquecer de que a razão pela qual Paul Harris fundou o Rotary, 111 anos atrás, é a mesma que faz com que as pessoas se associem ao Rotary hoje em dia: para encontrar pessoas que tenham os mesmos valores que elas. Pessoas que acreditam em honestidade, diversidade, tolerância, amizade e paz, e que acreditam que servir a humanidade é a melhor coisa que podem fazer durante sua jornada aqui na Terra. Seja lendo para crianças, abrindo um banco de sangue, organizando uma clínica odontológica ou mesmo nos adaptando para continuar seguindo em frente, a nossa essência e as características dos rotários continuam as mesmas.

 

Ainda temos como base o princípio de classificações, já que a diversidade é a nossa força. Ainda penduramos a Prova Quádrupla na parede, pois altos padrões éticos nunca saem de moda. E ainda acreditamos, assim como Paul Harris, que servir a humanidade é a melhor coisa que podemos fazer na vida. Por isso, nosso Lema para 2016-17 será simplesmente Rotary a Serviço da Humanidade. Meus amigos, nós já fazemos um trabalho incrível. Judy e eu presenciamos vários exemplos este ano, em todo o mundo. Mas podemos fazer muito mais. Precisamos de mãos dispostas, corações generosos e mentes brilhantes para dar continuidade ao nosso trabalho. Precisamos de clubes flexíveis para que o Rotary seja atraente para pessoas mais jovens, recém-aposentadas e aquelas que ainda estão na ativa. Precisamos buscar novas parcerias, abrindo caminho para relacionamentos de maior colaboração com outras organizações e, juntos, fazermos ainda mais. Também precisamos dar prioridade à continuidade na nossa liderança.

 

Se há uma coisa que aprendemos com a campanha contra a pólio é que, para chegarmos longe, devemos seguir a mesma direção e servir a humanidade. Estamos juntos neste processo e somos parte do mesmo time. Nesta partida, se um de nós marca um ponto, todos saem ganhando. Um gol nos dá tanto orgulho quanto uma boa jogada, porque no Rotary nós lideramos da mesma forma que servimos: juntos. No ano que vem, nossa turma não será chamada de primeira classe, melhor classe, classe mundial ou qualquer outra coisa do tipo. Vamos apenas ser um time: Time Rotary. Todos os rotários (1,2 milhão) trabalharão unidos, servirão a humanidade juntos e buscarão o sucesso com o objetivo coletivo de construir um mundo melhor. E é assim que deve ser. Mas todos vocês aqui presentes são diferentes e especiais. Vocês são os nossos melhores atletas. Vocês não são jogadores comuns, mas sim as estrelas do Rotary (Rotary All-Stars). E nós precisamos de vocês – os melhores – liderando os rotários para que transformem a vida das pessoas que mais precisam da nossa ajuda. Elas estão esperando vocês. Elas estão nos esperando para abrir poços, construir escolas e acabar com a pólio. 

 

No Rotary, todos os dias vocês têm a oportunidade de transformar vidas. Estas oportunidades podem parecer pequenas e vocês podem achar que aquilo que fazem não é importante. Mas essas coisas não são pequenas. Tudo é importante, especialmente para as pessoas beneficiadas por vocês nesta e nas próximas gerações. Todas as boas ações que vocês fizerem durante a vida contribuirão para um mundo melhor. Uma boa ação a cada dia, um dia de cada vez. É para isso que estamos no Rotary e é isso o que fazemos. No ano que vem, vocês terão a responsabilidade de garantir que façamos isso bem, para que o Rotary sirva a humanidade tanto quanto puder e tão bem quanto puder, e toque a vida do maior número de pessoas possível. Assim, as mães que ainda estiverem buscando água, as meninas que estiverem deixando seus estudos e todas as crianças do mundo que ainda estiverem correndo o risco de contrair a pólio poderão ver o seu mundo mudar para melhor. Isso acontecerá porque colocamos o Rotary a Serviço da Humanidade e porque vocês viram uma grande oportunidade e não a deixaram escapar.

Obrigado.

publicado por RC Torres Vedras às 14:15
link do post | comentar | favorito

ROTARY INTERNATIONAL

 

Traduzir o Texto



lema2017.jpg




Button Size

Button Size

Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
16
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Obrigado a John Gérmen pe...

Junho 2017 - Mensagem do ...

Maio 2017 - Mensagem do P...

Fevereiro 2017 - Mensagem...

Janeiro 2017 - Mensagem d...

Entrevista com o presiden...

Agosto 2016 - Mensagem do...

Julho 2016 - Mensagem do ...

Discurso de John Germ - R...

Apresentação do lema de 2...

LEMA DO RI PARA 2016-17

2016-17: ROTARY A SERVIÇO...

Folheto do Lema e a Mençã...

Rotary a Serviço da Human...

PRESIDENTE ELEITO para 20...

tags

actividades ri

aniversário ri

assembleia internacional

badaladas

boletim mensal

boletins

bolsas

companheirismo

comunicação

conferência

conselho legislaçao

convenção

convenção 2017

convenção2012

convenção2013

convenção2014

convenção2015

convenção2016

convenção2017

convenção2018

distrito rotario

divulgação

dqs

efeméride

formação

fotografias

frp

fundação rotária

governador

governador d1960

historia do rotary

ige

interact

jornais

lema

mensagem ri

noticias distrito

novas gerações

palestras

plano de actividades

pobreza e exclusão social

polio

presidente 2013/14

presidente ri

presidente ri 2014-15

presidente ri 2015-2016

presidente ri 2016/17

presidente ri 2017/18

princípios rotary

programa mensal

quadro social

quadro social companheirismo

rc torres vedras

redes sociais

relações públicas

revista

revista municipal

rotaract

rotary international

rotary leader

ryla

secretario ri

serviços

the rotarian

vog

voluntariado

vozes do rotary

todas as tags

Arquivos

Links

Pesquisar neste blog

 

ROTARY INTERNATIONAL no YOUTUBE

 

Rotary International no youtube


Sites de Interesse: