Barra de Navegação

Mensagem RI Rotary Portugal RC Torres Vedras Programa do Mês

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

O Rotary comemora hoje 113 anos

a3.jpg

O Rotary comemora hoje 113 anos de serviços prestados à humanidade. A partir do esforço dos quatro pioneiros que fundaram o primeiro clube de serviço em Chicago, nos Estados Unidos, em 1905, muitas pessoas ao redor do mundo entraram em ação para levar água limpa, possibilitar o acesso à educação, prevenir e tratar doenças, promover a paz e fortalecer comunidades.

a2.jpg

O Rotary Faz a Diferença é o lema do atual presidente da instituição, Ian Riseley. E faz mesmo. Além da luta contra a poliomielite, que já ajudou a mudar a vida de muitas pessoas, cada projeto local de um Rotary Club leva ajuda e incentivo a quem necessita.

 

Feliz aniversário, Rotary!

 

publicado por RC Torres Vedras às 18:28
link do post | comentar | favorito

Aniversário do Rotary

a1.jpg

Hoje o Rotary faz 113 anos! Juntos vamos tomar medidas para fornecer água potável, criar acesso à educação, prevenir doenças, promover a paz e melhorar as nossas comunidades em todo o mundo. http://on.rotary.org/2om2WsS

 

publicado por RC Torres Vedras às 13:52
link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Fevereiro de 2018

Mensagem especial do fundador do Rotary International, Paul Harris

a1.jpg

No mês em que o Rotary comemora 113 anos, trazemos uma mensagem especial de seu fundador, Paul Harris, publicada na edição de fevereiro de 1947 da revista The Rotarian [a publicação mãe da organização]. O texto é importante não só por ter sido o último – o autor havia falecido em 27 de janeiro daquele mesmo ano –, mas por também conter uma reflexão: de como uma ideia posta em prática em 1905 se expandiu pelo planeta.

 

Os quarenta e dois anos do Rotary

 

Dando uma olhada nas minhas mensagens de aniversário passadas, tive a impressão de já haver coberto cada parte do todo, de que já falei tudo o que sabia. Então me veio à mente que eu havia omitido a pergunta que os rotários me fazem com maior frequência: “Quando você criou o Rotary, imaginava que ele se tornaria algo parecido com o que é hoje?”

 

Minha resposta a essa questão é: “Não”. Meus pensamentos naquele dia, 42 anos atrás, quando o primeiro clube se reuniu pela primeira vez, estavam bem longe disso. Lembrando a resposta de Andrew Carnegie [empresário e filantropo] a uma adorável senhora que lhe perguntou se não achava que seu trabalho era inspirador: “Não, madame, acho que ele foi mais suado do que inspirado.”

 

Assim foi no Rotary. Não houve um início por inspiração. Jovens executivos, a maioria do interior, acorreram em resposta ao meu chamado. Desentrosados com a vida de cidade, nos reunimos para nos ajudar e fazer amizades. Sentíamo-nos solitários e havíamos encontrado uma cura para a solidão. Ansiávamos pelas reuniões como um viajante em um deserto anseia por um oásis. Abolimos o “senhor” e usávamos os primeiros nomes. Silvester Schiele sugeriu fotos na nossa lista de associados e a leitura de jornais sobre nossos respectivos negócios. Harry Ruggles contribuiu com músicas durante as reuniões.

 

O meu projeto para o nosso clube era que apenas um membro de cada ramo de negócio seria elegível para admissão. Dessa forma, poderíamos desfrutar do companheirismo, assim como nos ajudar em nossas respectivas áreas de atividade. O clube cresceu aos trancos e barrancos, e representantes de diferentes nacionalidades, religiões e convicções políticas foram chegando. A total tolerância prevalecia.

 

A nossa paz e tranquilidade, porém, logo chegou a um limite. Cansamos de nos contentar com isolacionismo e começamos o Serviço à Comunidade, construído sobre os alicerces do companheirismo e da boa vontade, e essa base nunca foi abalada. O Rotary se tornou conhecido como uma influência benéfica na cidade de Chicago.

 

Quase simultaneamente, iniciei uma campanha para criar Rotary Clubs em outras cidades. A maioria dos associados considerou que isto era uma fantasia além dos limites da razão. Então segui adiante sozinho, embora com a simpatia de todos. É uma questão histórica como o clube Número Dois foi organizado em São Francisco, como o Rotary atravessou a fronteira do Canadá até Winnipeg, e então cruzou o oceano até as Ilhas Britânicas, onde se tornou uma influência por toda a extensão britânica. Chegou a vez de Cuba e, finalmente, o Rotary se espalhou pelo mundo.

 

Se eu fui o arquiteto, Chesley R. Perry foi o construtor. A ele devem ser creditados mais resultados do que a qualquer outro homem. Membro do clube de Chicago, ele foi eleito secretário da Associação Nacional de Rotary Clubs quando esta foi formada em 1910. Ele serviu, como meus leitores bem o sabem, como secretário do Rotary desde então até 1942, e nesse meio tempo fundou e tem editado esta revista. E então vieram homens como o falecido James W. Davidson, do Canadá, que com seu compatriota Coronel L. Layton Ralston, “plantou” o Rotary nos antípodas. Posteriormente, quando a saúde e as forças de Jim [James] estavam fraquejando, ele passou três anos completando a difusão do Rotary para muitas outras terras. Depois de fazer seu relatório para o Conselho Diretor do Rotary International, em Chicago, Jim retornou ao Canadá e lá faleceu.

 

O Rotary se desenvolveu com dificuldade, por meio de um trabalho de sacrifício de homens que se dedicaram incansavelmente. Ele agora segue de maneira miraculosa. Seu companheirismo faz com que homens peguem suas camas (conscientemente doentes, às vezes, acredito) e caminhem antes de interromper a presença nas reuniões dos Rotary.

 

Mas o Rotary executa também serviços inestimáveis de inúmeras outras maneiras. Vejam como ele está espalhando conhecimento nas Nações Unidas, onde a própria civilização está em jogo. Como o Rotary poderia agir de outra forma? Os delegados estão reunidos para promover a compreensão internacional e a boa vontade. Este é o âmago dos ensinamentos do Rotary. Rotários estavam entre os membros de 20 delegações e eram coordenadores de sete delas no encontro das Nações Unidas em São Francisco. Mais poder, mais poder para ti, meu amado Rotary!

 

Deve-se lembrar que 1905, ano do nascimento de Rotary, não estava longe dos tempos das carroças. E agora estamos na era dos aviões e da quebra do átomo, e o Rotary ainda está aí. Por exemplo, Phil Lovejoy, o competente sucessor de Ches Perry, pode pegar um avião em Chicago, pousar em Londres, visitar vários clubes, e estar de volta à sua mesa em uma semana!

 

Não, senhores rotários, eu não imaginei em 1905 um movimento mundial com 6.000 clubes e 300 mil homens. Quando um homem planta uma pequena muda no início da primavera, pode ter certeza que algum dia ali crescerá uma poderosa árvore? Ele não precisa contar com chuva e sol e o sorriso da Providência? Quando ele vê o primeiro broto, então, aí sim, ele pode começar a sonhar com a sombra.

 

Paul Percy Harris

Fundador e presidente emérito do Rotary International

Fonte: Revista Rotary Brasil

 

publicado por RC Torres Vedras às 18:52
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Fevereiro de 2018

23 de fevereiro aniversário do Rotary

a1.jpg

Em 23 de fevereiro o Rotary completará 113 anos. Há mais de um século que estamos causando impacto positivo nas nossas comunidades e no mundo. Como você está planeando comemorar o aniversário do Rotary?


Saiba mais sobre o Rotary e como se envolver para fazer a diferença no mundo. http://p.ctx.ly/r/6r5z

 

publicado por RC Torres Vedras às 19:46
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

Aniversário do Rotary

aniv.jpg

 

publicado por RC Torres Vedras às 18:55
link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Fevereiro de 2016

23 de Fevereiro: Aniversário do Rotary International

111.jpg

publicado por RC Torres Vedras às 16:40
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2016

COMEMORE O 111° ANIVERSÁRIO DO ROTARY

rotary_111_birthday_graphic_pt (1).png

Veja abaixo algumas ideias de como comemorar o aniversário do Rotary:

  • Organize uma festa de aniversário durante a sua próxima reunião de clube
  • Promova esta data nas suas redes sociais, alterando a foto do seu perfil no Facebook pela imagem de um
  • Incentive os associados a levarem um amigo para a próxima reunião de clube
  • Planeie uma ação social e convide os associados e membros da comunidade a servirem como voluntários
  • Patrocine um evento local para informar o público sobre o Rotary e seu trabalho na comunidade
publicado por RC Torres Vedras às 13:31
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Fevereiro de 2014

DIA MUNDIAL DE ROTARY INTERNATIONAL


publicado por RC Torres Vedras às 20:24
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Fevereiro de 2014

OS QUATRO PRIMEIROS ROTÁRIOS

 

No dia 23 de fevereiro de 1905, Paul P. Harris, Gustavus Loehr, Silvester Schiele e Hiram E. Shorey reuniram-se no escritório de Loehr para a ocasião que ficaria conhecida como a primeira reunião de Rotary Club.

 

O desejo de Harris de promover o companheirismo entre profissionais uniu esses quatro homens e levou à criação de uma organização internacional de serviços humanitários.

 

Leia sobre cada um desses quatro rotários e também a respeito de Harry L. Ruggles, conhecido com "o quinto rotário":

 

O fundador do Rotary, Paul Harris , nasceu em Wisconsin, EUA, no dia 19 de abril de 1868. Foi criado por seus avós paternos em Vermont e estudou na University of Vermont, em Princeton e na University of Iowa. Foi presidente do RI de 1910 a 1912, e associado do Rotary Club de Chicago até seu falecimento, em 27 de janeiro de 1947. Leia mais sobre .

 

Loehr , um engenheiro de minas, nasceu em 18 de outubro de 1864 em Carlinville, EUA. Foi rotário por apenas alguns anos, não tendo servido em nenhuma função no clube ou em âmbito internacional. No entanto, a primeira reunião do Rotary Club foi realizada no seu escritório, na sala 711 do Unity Building, no centro de Chicago. Faleceu em 23 de maio de 1918 em Chicago.

 

Rotário por apenas alguns anos, Shorey serviu como secretário durante o primeiro ano do clube. Nasceu em Maine em agosto de 1862 e faleceu em março de 1944.

 

Schiele , um distribuidor de carvão, serviu como o primeiro presidente do clube, em 1905, e o terceiro tesoureiro do Rotary International, em 1945. Nascido em Terre Haute, EUA, em 1870, estudou na Terre Haute Business College e serviu no Exército durante a Guerra Hispano-Americana. Foi presidente da Schiele Coal Company de 1902 a 1939, ano em que se aposentou. Ele e Harris tornaram-se grandes amigos e ambos moraram na zona sul de Chicago. Schiele morreu em 17 de dezembro de 1945 e foi enterrado próximo a Harris no cemitério Mount Hope.

 

Ruggles , nascido em Michigan, formou-se na Northwestern University em Evanston, EUA, e associou-se ao Rotary Club de Chicago na segunda reunião. Serviu como tesoureiro durante seu primeiro ano, foi presidente de 1908 a 1919, e diretor do Rotary de 1912 a 1913. A introdução de músicas nas reuniões de clube é atribuída a ele. Sua gráfica, H.L. Ruggles & Co., imprimiu o primeiro exemplar da revista The National Rotarian e o primeiro livro de canções do Rotary. Morreu em 26 de outubro de 1959, sendo associado honorário de sete outros clubes além do Rotary Club de Chicago.

 

Para mais informações:

publicado por RC Torres Vedras às 12:02
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

PROJECTO - ROTÁRIOS, PARCEIROS DE CONFIANÇA?

Sendo os Rotários uma associação de líderes profissionais implantados em todo o mundo, temos responsabilidades altíssimas a preservar e promover, no que respeita à imagem de seriedade e referência individual, perante a comunidade e o mundo em geral, pelos valores sociais, de solidariedade e éticos que promovemos. 

 

É com alguma mágoa que vemos os Clubes a definharem e sem capacidade para crescerem; mas fazendo um exame de consciência colectivo, creio que temos que assumir algumas culpas no cartório, reconhecendo as nossas fragilidades, se queremos ultrapassar algum marasmo que enfrentamos.

  

Não cuidamos a nossa imagem convenientemente, não chegamos ao coração das pessoas, continuamos a trabalhar muito – mas para consumo interno – e apesar dos nossos esforços individuais, os Clubes Rotários não são maioritariamente reconhecidos pela liderança dos seus membros nas suas profissões, as suas acções sociais não tem a divulgação que merecem, devido à cultura católica que ainda advoga “ o que a mão direita dá, a esquerda não precisa de saber” , pela atitude de low profile assumido pela maioria dos seus membros, ou ainda pela baixa auto estima que reina nalguns Clubes. O sentimento de culpa que carregamos, por alguns dissabores ou gerrilhas internas – como se estas não fizessem parte da vivência democrática – tem limitado a nossa capacidade de iniciativa para coptar membros, escudando-nos na selecção rigorosa, ética e moral dos candidatos e no “custo” de ser rotário. 

 

Será que promovemos suficientemente o que temos de bom, o referencial ético e profissional que somos, a grande capacidade que já demonstrámos para “estar presente” em todas as catástrofes naturais, para ultrapassar injustiças e levar algum conforto e ajuda aos mais necessitados? as lutas em que estamos mundialmente empenhados – polio plus, assistência social, cultural - as bolsas que promovemos – da paz, de estudo e investigação - a única organização não governamental, presente em todo o mundo, com acento permanente na ONU etc.? 

 

Para “ganharmos o coração” de cada comunidade, granjearmos o prestígio que merecemos, darmos a conhecer o nosso potencial, anunciarmos os altos propósitos éticos e sociais que nos norteiam, temos que começar por “nos imbuírmos” da cultura rotária e participarmos activamente nos nossos eventos, acrescentando valor àquilo que cada um está fazendo. Dizer o que se faz, fazer o que se diz! 

 

Porque não promovemos uma relação comercial entre os membros de cada Club, entre os Clubs de cada Distrito, entre todos os Distritos a nível mundial? Não foi este um dos lemas que levou Paul Smith a “pensar o Rotary” em 1905? 

 

Se o mundo é Global, porque não potenciarmos o benefício de lidarmos preferencialmente com rotários nas nossas relações comerciais? Não é o Rotary, a maior Organização privada presente em quase todos os 192 países do mundo? Que partilha de idênticos valores éticos, de solidariedade e de companheirismo, quer estejamos em África, Europa, Ásia, América, Oceania ou Antártida? 

 

O franchise BNI – Business International Network, está crescendo a nível mundial a um ritmo que o The Wall Street Journal declarava em 2008 ser um dos 50 franchises, mais promissores do mundo. Nasceu em 1985, e hoje está representada em 48 países e engloba cerca de 140 mil empresários. 

 

Não estaremos nós perdendo este espaço de relacionamento global, que por tradição histórica, nos pertence? Além da vertente profissional, comum ao BNI, temos suplementarmente o lado solidário, a vertente ética e a componente humana do companheirismo. Não são estas as bases para potenciar bons “negócios” em todo o mundo? Não são estas as bases da construção de um mundo melhor? Mais justo, mais solidário, mais humano, num mundo aberto, concorrencial e da defesa das liberdades e garantias individuais e colectivas? Que é que nos está faltando?

 

Parte do sucesso profissional de cada Rotario, não é naturalmente e já hoje, canalizado para o seu Club, a sua comunidade? Rotários mais prósperos, não é sintoma de Clubes mais ricos? 

 

A actual crise económica, é parcialmente fruto da ganãncia das organizações, da falta de ética e da solidariedade para connosco próprios e para com o próprio planeta; procuramos salvaguardar a falta de “seriedade negocial”, com contratos comerciais, com as sociedades de seguro de crédito, os organismos reguladores dos estados, as organizações de defesa do consumidor, etc.; num mundo global, de facto, a insegurança pode ser um factor de instabilidade que temos que salvaguardar. 

 

A prova quadrupla, os valores éticos que promovemos, a Carta dos Deveres profissionais que subscrevemos não são por si uma garantia, que nos poderia abrir portas em todo o mundo, na nossa própria organização? 

 

Deixo esta reflexão, como forma de demonstrar o meu empenho, mas também a minha comparticipação na procura de saídas abrangentes e globais, para a renovação deste movimento, que todos aspiramos a que na data prevista possa comemorar o 200º aniversário, com mais de dois milhões de membros. 

 

Francisco Vogado 

Rotary Club Caldas da Rainha

Fev2012

publicado por RC Torres Vedras às 15:55
link do post | comentar | favorito

ROTARY INTERNATIONAL

 

Tradução

Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Lema Presidencial 2018-19

 

q1.jpg

Posts recentes

O Rotary comemora hoje 11...

Aniversário do Rotary

Mensagem especial do fund...

23 de fevereiro aniversár...

Aniversário do Rotary

23 de Fevereiro: Aniversá...

COMEMORE O 111° ANIVERSÁR...

DIA MUNDIAL DE ROTARY INT...

OS QUATRO PRIMEIROS ROTÁR...

PROJECTO - ROTÁRIOS, PARC...

107º ANIVERSÁRIO DE RI - ...

23 de Fevereiro: 107 anos...

107º ANIVERSÁRIO do ROTAR...

23 de Fevereiro de 2012 :...

107º Aniversário do Rotar...

106º Aniversário do Rotar...

Rotary: 106 anos de reali...

Rotary e Sanofi chamam a ...

JANTAR do dia 22 de Fever...

Aniversário do Rotary

106º aniversário do Rotar...

106 anos de acções Parabé...

Momentos Históricos: Os q...

Aniversário do Rotary Int...

Comemoração dos 105 anos ...

Dia da Paz e da Compreens...

23 de Fevereiro de 1905

23 de Fevereiro de 2010 –...

tags

actividades ri

aniversário ri

assembleia internacional

badaladas

boletim mensal

boletins

bolsas

companheirismo

comunicação

conferência

conselho legislaçao

convenção

convenção 2017

convenção2012

convenção2013

convenção2014

convenção2015

convenção2016

convenção2017

convenção2018

convenção2019

distrito rotario

divulgação

dqs

efeméride

estatisticas

formação

fotografias

frp

fundação rotária

governador

governador d1960

historia do rotary

ige

interact

jornais

lema

mensagem ri

noticias distrito

novas gerações

palestras

plano de actividades

pobreza e exclusão social

polio

presidente 2013/14

presidente ri

presidente ri 2014-15

presidente ri 2015-2016

presidente ri 2016/17

presidente ri 2017/18

princípios rotary

programa mensal

quadro social

quadro social companheirismo

rc torres vedras

redes sociais

relações públicas

revista

revista municipal

rotaract

rotary international

rotary leader

ryla

secretario ri

serviços

the rotarian

vog

voluntariado

vozes do rotary

todas as tags

Arquivos

Links

Pesquisar neste blog

 

ROTARY INTERNATIONAL no YOUTUBE

 

Rotary International no youtube


Sites de Interesse: