Barra de Navegação

Mensagem RI Rotary Portugal RC Torres Vedras Programa do Mês

Quinta-feira, 2 de Julho de 2020

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 3 de Julho notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

badaladas.jpeg

Rotary Club entrega material de proteção individual a Instituições Torrienses

 

a1.bmp

Tendo presente a situação de pandemia ocasionada pela doença Covid-19 o Rotary Club de Torres Vedras, consciente do seu papel na comunidade, organizou-se para reunir material de proteção necessário a diversas instituições.


Assim, ao Centro Hospitalar do Oeste foram entregues máscaras, luvas e toucas de proteção, no Centro de Testes Covid-19 foram entregues máscaras FPP2. Foi ainda distribuído gel desinfetante na freguesia de Campelos às voluntárias que produzem as máscaras comunitárias.


Com donativos dos seus sócios e fundos do clube as ofertas totalizaram os 2.700 euros. Posteriormente e com a colaboração da Governadoria do Distrito Rotário foram também entregues viseiras de proteção aos Bombeiros Voluntários, GNR e PSP e ainda à USF Arandis no Centro de Saúde de Torres Vedras.

 

Jornal Badaladas, Edição de 3/7/2020

 

publicado por RC Torres Vedras às 15:36
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Junho de 2020

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 19 de Junho o texto escrito pelo Companheiro Vitor Santos sobre o falecimento de Vasco Fernandes, Provedor da Santa Casa e Rotário no Clube de Torres Vedras

a4.jpeg

Morreu um amigo... Tinha defeitos, vários!

 

a5.jpg

Quem o conheceu, reconhece-lhe a obra, o espírito de amizade e de companheirismo, o saber receber, a educação e a formação cristã.


Humilde, subiu a pulso na vida deixando um rasto de simpatia por onde passava.


Fernandinho viu-o nascer, estudou até ao antigo 1.o ciclo dos liceus (6 anos de escolaridade), foi empregado em mercearia da então vila de Torres Vedras, cumpriu o Serviço Militar, casou, foi pai de um filho e dedicou-se à profissão dos seguros.


Como agente, deu nas vistas na venda de Seguros de Vida para a Companhia de Seguros GAN, inovadora nesses produtos...


À rua do Comércio em Lisboa – sede da ex Companhia de Seguros TAGUS – chegou a notícia de um vendedor de seguros com grande sucesso na região de Torres Vedras. A Administração não hesitou em contratá-lo para os Serviços Comerciais. O seu desempenho na Região Oeste que lhe ora atribuída, justificou que o convidassem para assumir a Gerência de novel Delegação.


Recebia como ninguém, envolvia equipas como poucos, ambicioso, era ousado e atirava-se aos negócios, dedicando-se concomitantemente à Construção Civil, onde criou três sociedades, para além de outras duas ligadas a equipamentos lúdicos.


Católico praticante, preocupava-se com a comunidade à qual se dedicava afincadamente. Poucas Associações não o tiveram como sócio, ou não receberam em algum momento, preciosa ajuda deste torriense.


O seu bom trato motivou convite para ingressar no Rotary Club de Torres Vedras, ao qual veio a presidir em 1990/91.


Na Santa Casa da Misericórdia, foi como Vice Provedor que assistiu ao falecimento do Provedor Joaquim Mendes. Sucedeu-lhe nos destinos da Misericórdia e criou obra, abriu valências, atreveu-se a desafiar o futuro.


Nem sempre de forma consensual, marcou a Instituição que jurou servir e que honrou. 

 

Dia 1 de Abril de 1979 (um Domingo), acompanhado da esposa, recebeu-me na esplanada da Havaneza para iniciarmos uma dupla de trabalho no dia seguinte. Eu era solteiro e esse meu Chefe (que acabara de conhecer) já havia providenciado, não só o local onde iríamos almoçar (O Pão Saloio), como tinha um quarto reservado na Rua Venerando de Matos para eu habitar. Não permitiu que meu pai, ou este autor, pagássemos o almoço desse dia. Ele era assim... Fruto de bom trabalho, a equipa cresceu, primeiro com o Carlos Duarte, depois outros foram chegando: - Fernando Soares, Espírito Santo, Gaspar – mas uma super fusão (Argus, Douro, Mutual, Ourique e Tagus que originaram a Aliança Seguradora/UAP/AXA/AGEAS) justificou maior número de profissionais.

 

Chegámos a ser 6 nos escassos 25m2 do escritório, onde só cabiam 5 secretárias, para além das cadeiras de atendimento. Em boa hora abandonámos a Av. Tenente Valadim e inaugurámos nstalações na Rua 1.o de Dezembro. Aí recebemos a Sílvia, o Jorge Moreira, o casal Teresa e Carlos Raimundo, para além do Henrique.


A Delegação ia de vento em popa quando a Dependência da Malveira perdeu o Gerente Rosa Ferreira. A Direcção Comercial fez justiça e convidou o responsável de Torres Vedras para acumular com a Gerência daquela estrutura, mas não o reclassificou como ele merecia!


Incentivou-me a concorrer por outros lugares. Saí em Junho de 1992 para grupo rival. Mantivemos a amizade, respeito e consideração mútua.

 

Não tinha complexos em privar com eruditos, era audaz e atrevido. Errou muitas vezes, mas nunca desistiu. Até agora, na doença, lutou sempre por cumprir objectivos, mas foi vencido.


Era humano, tinha defeitos e por isso merece o Paraíso!


Hoje, dia do seu funeral, a emoção entorna-me os pensamentos que derramo no computador, como tributo ao Chefe, Colega, Padrinho de Casamento, idem da Misericórdia e do Rotary.


Qualquer dia voltaremos a encontrar-nos. Poderemos então estar em desacordo, ou não!...


Perdi um amigo...


Tinha defeitos, muitos!
Adeus Vasco Fernandes
(T. Vedras, 8 de Junho de 2020)

 

publicado por RC Torres Vedras às 23:01
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Abril de 2020

O Jornal Badaladas, na sua edição de 10 de Abril, escreve sobre a entrega de Bolsas Escolares pelo Rotary de Torres Vedras

a4.jpeg

Rotary entrega bolsas escolares

a4.jpg

Para o presente ano letivo o Rotary Club de Torres Vedras atribuiu seis bolsas escolares patrocinadas para alunos de ensino superior, no valor de 750 euros cada. Esse projeto, que conta com o apoio da Fundação Rotária Portuguesa, é possível graças aos patrocínios de entidades que são parceiros na atribuição de bolsas, este ano as empresas Joper e Tomix, a Câmara Municipal e o CAERO. Os bolseiros frequentam cursos em áreas diversas como Medicina, Enfermagem, Psicologia, Hotelaria e Turismo, mestrado em Música (clarinete) e em Políticas Sociais e Relações Internacionais.

 

Jornal Badaladas, Edição de 10 de abril

 

publicado por RC Torres Vedras às 15:37
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Fevereiro de 2020

O Jornal Badaladas, na sua edição de 6 de Fevereiro, escreve sobre o Jantar Festivo do Rotary Club de Torres Vedras para atribuir as distinções de Profissional e Personalidade do ano

5a.jpeg

5a.jpg

5a.jpg

O Rotary Club de Torres Vedras atribuiu a Sérgio Galvão a distinção de «Personalidade do Ano», enquanto presidente da Associação de Educação Física e Desportiva. No mês dos serviços profissionais o movimento rotário atribuiu ainda o título de «Profissional do Ano» a Ana Cristina Ferreira, diretora e proprietária do colégio Mundo da Criança, pelo seu percurso profissional, liderança, ética e responsabilidade social.


Os prémios foram entregues durante um jantar festivo realizado no passado dia 28 de janeiro no Hotel Dolce CampoReal, no Turcifal, no qual participaram mais de uma centena de convidados, entre eles o presidente da Câmara Municipal, Carlos Bernardes, entre outros.


“Grato pela distinção”, Sérgio Galvão partilhou-a com aqueles que o acompanham diariamente na direção da instituição e que são “incansáveis”. O ex-autarca recordou um pouco do seu percurso pessoal e profissional, com uma nota de agradecimento “à família, aos amigos e aos excelentes profissionais que me ajudaram a chegar onde cheguei”. Em 2015 assumiu a direção da Física, uma casa “onde se fazem amigos para a vida”, no meio de uma grave crise financeira. Depois de uma fase difícil a instituição atravessa agora um momento de grande vitalidade, afirmou.


Este ano a escolha do «Profissional do Ano» recaiu sobre uma mulher, Ana Cristina Ferreira, diretora e proprietária do colégio Mundo da Criança, pelo seu espírito de liderança, ética e responsabilidade social durante mais de 40 anos dedicados ao ensino.


Com 215 alunos nas valências de creche, pré--escolar, primeiro e segundo ciclo, a «Profissional do Ano» dirige uma escola “onde as crianças aprendem a ser felizes”. Uma premissa que a guiou ao longo de toda a sua missão enquanto professora.


“Ser professor, educador e auxiliar é cada vez mais uma arte, um engenho, uma missão”, disse Ana Cristina Ferreira, que assim norteou o seu percurso, na certeza de que “quem educa uma criança, educa um povo”.

 

Escrito por: EUNICE FRANCISCO
[ eunicefrancisco@badaladas.pt ]

Jornal Badaladas, Edição de 6 de Fevereiro 2020

 

publicado por RC Torres Vedras às 17:33
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019

O Jornal Badaladas, na sua edição de 29 de Novembro, escreve sobre a Palestra para as Escolas promovida pelo Rotary Club de Torres Vedras

1a.jpeg

1a.jpg

Cerca de 400 alunos das escolas secundárias e profissionais do concelho participaram numa palestra organizada pelo Rotary Club de Torres Vedras no passado dia 21, no salão dos Bombeiros Voluntários.

 

O encontro teve como oradores o jornalista António Esteves, da RTP, e Filipe Vasconcelos Romão, especialista em conflitos internacionais e comentador da RTP e da Antena 1.

1b.jpg

«Relação com os media» foi o tema em debate escolhido pelos rotários, que há quatro anos consecutivos promovem essas palestras dirigidas à comunidade estudantil do concelho, procurando abordar temas pertinentes do dia a dia.


O consumo de informação atualmente não só aumentou exponencialmente como mudou, pois, aos dias de hoje o cidadão escolhe a informação que consome, afirmou o jornalista António Esteves após um relato sobre a sua própria experiência profissional ao longo dos últimos 30 anos. O jornalista falou sobre o grande avanço da relação do cidadão com a comunicação social, potenciado pela internet, especialmente desde a criação das redes sociais, referiu. “Hoje, o acesso à internet significa a capacidade de participar na vida pública”, frisou.


As redes sociais são, a ser ver, “o grande acontecimento da década”, tendo levado à criação do chamado cidadão repórter, que publica livremente nas redes sem responder a regras legais, éticas ou deontológicas, ao contrário dos jornalistas.


No entanto, António Esteves procurou explicar aos jovens que nem tudo é publicável, porque “a dignidade humana é inviolável, não tem preço”, e que “tudo o que se publica na internet nunca se apaga, deixa rasto para sempre”.


Filipe Vasconcelos Romão partilhou com os jovens diversos episódios internacionais que se tornaram conhecidos através da comunicação social ou das redes sociais, e o impacto que tiveram na formação da opinião pública e na tomada de decisões políticas no momento.

 

Jornal Badaladas, Edição de 29 de Novembro

Escrito por: EUNICE FRANCISCO
[ eunicefrancisco@badaladas.pt ]

 

publicado por RC Torres Vedras às 15:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Maio de 2019

O Jornal Badaladas, na sua edição de 10 de Maio, escreve sobre o "Projeto Saúde" do Rotary de Torres Vedras

badaladas.jpg

«Projeto Saúde» do Rotary Club Torres
Vedras no interior do concelho

a1.jpg

Dando continuidade à iniciativa iniciada em dezembro de 2018 o Rotary Club de Torres Vedras realizou no mês de abril último rastreios auditivos nas escolas básicas do Maxial, Ereira e Monte Redondo. Para a realização dos mesmos o clube contou com a colaboração da Clínica de São José, liderada pelo dr. Carvalho da Silva, apoiado pelos técnicos Nuno Castro e Vanessa Silva. 


O projeto tem como principal objetivo a deteção de problemas relacionados com a saúde dentária, visual e auditiva dos jovens alunos que frequentam as escolas do interior do concelho, tendo sido escolhidas as localidades de Monte Redondo, Ereira e Maxial para o efeito. Em dezembro realizou-se o rastreio dentário através da ASOT e com a colaboração da dra. Marina Baginha, em março o rastreio visual da responsabilidade da OCT - Oculista Central Torreense e agora o rastreio auditivo.

 

O Rotary Club de Torres Vedras constituiu entretanto um Fundo de Saúde através de diversas ações, de modo a poder colaborar com as famílias das crianças que apresentem necessidades de ratamento nessas áreas, pagando esses mesmos tratamentos. Os parceiros que colaboram no projecto, para além da realização dos rastreios, comparticipam também nos tratamentos.


O Rotary Club irá realizar mais atividades para angariação de fundos destinados a esse projeto.

Jornal Badaladas, Edição de 10 de Maio

 

tags:
publicado por RC Torres Vedras às 17:37
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2019

O Jornal Badaladas, na sua edição de 15 de Fevereiro, escreve sobre os rastreios nas escolas realizados pelo Rotary de Torres Vedras

a1.jpeg

Rotary promove rastreios nas escolas

a1.jpg

O Rotary Club de Torres Vedras tem vindo a promover diversos rastreios e ações de sensibilização/informação nas áreas da saúde dentária e da visão junto da população infantil escolar da União de Freguesias de Monte Redondo e Maxial.


As primeiras decorreram nas escolas de Monte Redondo no dia 7 de dezembro, da Ereira a 25 de janeiro e a última no Maxial, no passado dia 8.


Segue-se agora o campo da visão nos dias 14, 15 e 18 deste mês nos mesmos locais. Para o efeito o Rotary estabeleceu uma parceria de colaboração com a clínica social ASOT e as Óticas OCT, que disponibilizaram desde logo os seus profissionais Marina Baginha e Luís Góis, respetivamente, para ministrarem no local essas mesmas ações de sensibilização nos citados campos da saúde.


Segundo explicação do presidente do Rotary, José Luís de Sousa, aquelas duas freguesias foram escolhidas, precisamente, pelo facto de estarem localizadas no interior do concelho e de lhes serem reconhecidas algumas carências a esse nível. Para isso a colaboração dos professores das respetivas escolas foi também imprescindível.


Estas foram as primeiras iniciativas do género levadas a cabo por aquele conhecido clube torriense, mas já existe no ar a promessa da sua continuidade, quer no tempo quer no modo.

 

Jornal Badaladas, Edição de 15 de Fevereiro

 

tags:
publicado por RC Torres Vedras às 18:47
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2019

O Jornal Badaladas, na sua edição de 1 de Fevereiro, escreve sobre o Jantar Festivo do Rotary de Torres Vedras para atribuir a distinção de profissional do ano

bada.jpeg

José Firmo foi distinguido pelos rotários

“O Rotary é uma organização de líderes mundiais e de homens de todas as profissões, unidos pelo ideal de servir, dando de si sem pensar em si, e que prestam ações e serviços humanitários, fomentando um elevado padrão ético em todas as profissões, ajudando a estabelecer a paz e a boa vontade entre todos os povos” O Rotary Clube de Torres Vedras promoveu, recentemente, uma reunião para distinguir o profissional do ano, como anualmente acontece durante o mês de janeiro.

 

Essa iniciativa, apelidada de «Avenida dos Serviços Profissionais», definiu o primeiro mês do ano para os serviços profissionais. Nesta altura do ano os clubes rotários destacam a importância do que se passa em cada comunidade na ética, nas profissões, na liderança, no mérito e na cultura. Acontece em todos os locais do mundo onde há clubes rotários representados.

 

bada1.jpg

Em Torres Vedras foi distinguido José Firmo, proprietário da empresa Farinhas Firmo.


Nascido em 1962, José Firmo iniciou a sua aprendizagem ainda em tenra idade, ao lado do seu pai, Francisco Firmo, num moinho de vento que produzia farinha para as aldeias mais próximas. Aprendeu a arte de moleiro, que envolvia atividades como picar mós de pedra, moer trigo, peneirar e ensacar farinha.


Aos 15 anos, depois de concluir os estudos na Escola Industrial e Comercial de Torres Vedras, iniciou a sua atividade laboral a tempo inteiro na pequena moagem do seu pai, onde se fabricava diariamente 10 toneladas de farinha.


Anos mais tarde, em 1991, forma sociedade com o pai e com o irmão. É então inaugurada a atual moagem de cereais Farinhas Firmo, com uma capacidade para 50 toneladas diárias de produção de farinha de trigo. Ao longo dos anos a empresa vai evoluindo e aumentando a sua capacidade de produção. Em 2003 José Firmo avança com a construção do primeiro armazém de produto acabado em Silves (Algarve), para poder dar resposta às encomendas dos clientes.


A empresa atualmente emprega 56 colaboradores, tem uma capacidade produtiva de 300 toneladas/dia de farinhas, produz cerca de 50 variedades de farinhas para panificação e pastelaria e fatura aproximadamente 11 milhões de euros.


José Firmo, casado, pai de dois filhos, assume a gestão integral da empresa. É o principal responsável pelos negócios de aquisição de matéria-prima e de venda de produtos acabados.


Diariamente, supervisiona a atividade da fábrica e dos cinco entrepostos de distribuição da empresa.


A presenciar a distinção de José Firmo estiveram cerca de 70 participantes, entre eles membros rotários dos clubes de Caldas da Rainha (clube padrinho), Bombarral, Lisboa-Belém e Lisboa-Centro.


A reunião, que decorreu no hotel Campo Real, foi dirigida pelo presidente do Rotary torriense, José Luís de Sousa, e contou com a presença da vice-presidente da autarquia, Laura Rodrigues.


Na ocasião foi ainda anunciado um novo projeto do clube ligado a questões de saúde, que pretende promover a realização de rastreios visuais, auditivos e dentários nas escolas do concelho.

 

Escrito por: ANA ALCÂNTARA

Jornal badaladas, edição de 1 de fevereiro

 

publicado por RC Torres Vedras às 18:34
link do post | comentar | favorito
Domingo, 25 de Novembro de 2018

O Jornal Badaladas, na sua edição de 23 de Novembro, escreve sobre a Palestra para as Escolas promovida pelo Rotary Club de Torres Vedras

a5.jpeg

a3.jpg

a1.jpg

O Rotary Club de Torres Vedras realizou mais uma palestra para as escolas do concelho, no âmbito do Dia Internacional da Filosofia. A iniciativa decorreu no passado dia 15 no salão dos bombeiros voluntários, em Torres Vedras, e contou como orador convidado frei Bento Domingues, um religioso da Ordem dos Pregadores.


A acompanhar o palestrante, na mesa de honra, estiveram: o atual presidente do clube, José Luís de Sousa, e o past-governador do Distrito Rotário 2017-18, Afonso Malho.


Aos alunos, que encheram o salão, o frei Bento Rodrigues explicou que a religião situa-se na linguagem poética e na linguagem literária. “Não é uma linguagem que se queira verificar numa realidade externa”.

Para o frei Bento o autor da Bíblia quis significar que este mundo é inteligível. Daí que considere que as práticas científicas não são fruto do acaso. “Se há ciência é porque o mundo é inteligível”. Falou de Kant e das três perguntas fundamentais de Filosofia: “Que posso saber?”, “Que devo fazer” e “O que me é permitido esperar?”, que representam, no fundo, o que é o Homem.


Frei Bento também falou de ética, que faz a alegria uns dos outros e expande a condição humana.


Também recorreu aos poemas de Eugénio de Andrade para mostrar o quanto somos amados.


“Nenhum de nós vem de si mesmo”, dizia o palestrante  mostrando que o amor é pura gratuidade.


“O que uma criança quer é ser amada”, acrescentou. Na sua opinião não basta a religião, as pessoas devem ter uma atitude ética. “As lutas entre a ciência e as religiões existiram porque as religiões não eram verdadeiras. A aliança da ciência, da técnica e da ética com a religião serve para dar capacidade a todos os seres humanos para tornar este mundo melhor. Para empregar toda a gente no bem, é o que faz a religião”, concluiu o frei Bento.


Nessa iniciativa rotária estiveram presentes as seguintes escolas: ESCO, CENFIM, Agrupamento de Escolas Madeira Torres e Escola Agrícola de Runa.

 

Jornal Badaladas, edição de 23 de Novembro

Escrito por Ana Alcantara

 

tags:
publicado por RC Torres Vedras às 09:28
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Outubro de 2018

O Jornal Badaladas, na sua edição de 26 de Outubro, escreve sobre a Reunião Festiva no Rotary Club de Torres Vedras

aq.jpeg

 Rotary distingue os melhores alunos e atletas torrienses

 a1.jpg

Em data de visita oficial da governadora do Distrito 1960, lida Brás, o Rotary Club de Torres Ve-dras, de que é atual presidente o empresário José Luís de Sousa, promoveu no passado dia 9 deste mês um jantar festivo para comemorar os seus 39 anos de existência, assim como os sete do Rotaract Club local. O evento serviu ainda para admitir dois novos companheiros, foram eles o empresário Tiago Santos Simões, de São Pedro da Cadeira, e o consultor Pedro Tomás Oliveira, da Lourinhã.


Mas a noite foi toda ela para enaltecer o mérito dos alunos torrienses que se destacaram no ano letivo transato (2017/2018) com as melhores e maiores notas, a saber: Henrique Santos (Escola Madeira Torres); Patrída Camilo (Externato de Pe-nafirme); Bárbara Costa (Escola Henriques Nogueira); David Antunes (Clube de Robótica); João Adão (ESCO); Laura Fernandes (Escola Internacional) e Ana Beatriz (Escola Agrícola).


A distinção do mérito e da excelência prosseguiu depois com a atribuição do Prémio José Maria Antunes Júnior ao jovem atleta Nuno Pinto, pelo seu "vasto currículo" no campo da ginástica, particularmente nas modalidades de trampolim e tumbling. A testemunhar esse ato público esteve também o vereador Hugo Lucas, em representação da Câmara Municipal, o qual parabenizou os clubes rotários aniversariantes e os jovens distinguidos naquela noite pelos seus "feitos e prestigio".


Já a governadora do Distrito 1960 reconheceu a "dinâmica muito própria" dos dois clubes torrienses, enunciando logo de seguida um vasto conjunto de projetos e desafios para o atual mandato rotário, que têm precisamente como lema «Seja a inspiração», lida Brás apelou entretanto ao "reforço dos quadros" dos clubes como salvaguarda do seu futuro. Por sua vez o presidente do Rotary Club de Torres Vedras agradeceu a presença da governadora e de todos os convidados, assim como deu os parabéns ao atleta e aluno ali enaltecidos. Marcaram ainda presença no citado repasto rotário os seguintes clubes congéneres: Ponta Delgada (Açores), Caldas da Rainha, Lisboa-norte, LJsboa-centro, Tavira, Bombarral, Alcobaça, Camaxide, Lisboa, Benedita, Sintra, Peniche, Mafra, Loures e Almada.

 

Jornal Badaladas, edição de 26 de outubro 2018

Escrito por: Fernando Miguel

 

publicado por RC Torres Vedras às 13:29
link do post | comentar | favorito

ROTARY INTERNATIONAL

 

Tradução

Agosto 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Lema Presidencial 2020-21

 

lema.jpg

Posts recentes

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na s...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

Jantar festivo do Rotary ...

O Jornal Badaladas, na su...

Distinção ao Jornal Badal...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

Pastel de feijão “gigante...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

Jantar palestra do Rotary...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

tags

assembleia internacional

atividades ri

badaladas

boletim mensal

boletins

bolsas

companheirismo

comunicação

conferência

conselho legislaçao

convenção

convenção 2017

convenção2012

convenção2013

convenção2014

convenção2015

convenção2016

convenção2018

convenção2019

convenção2020

distrito rotario

divulgação

dqs

efeméride

estatisticas

formação

fotografias

frp

fundação rotária

governador

governador d1960

historia do rotary

ige

interact

jornais

lema

mensagem ri

noticias distrito

novas gerações

palestras

plano de actividades

pobreza e exclusão social

polio

presidente 2013/14

presidente 2019/20

presidente ri

presidente ri 2014-15

presidente ri 2015-2016

presidente ri 2016/17

presidente ri 2017/18

presidente ri 2020/21

princípios rotary

programa mensal

quadro social

rc torres vedras

redes sociais

relações públicas

revista

revista municipal

rotaract

rotary international

rotary leader

ryla

secretario ri

serviços

the rotarian

vog

voluntariado

vozes do rotary

todas as tags

Arquivos

Links

Pesquisar neste blog

 

ROTARY INTERNATIONAL no YOUTUBE

 

Rotary International no youtube


Sites de Interesse: