Barra de Navegação

Mensagem RI Rotary Portugal RC Torres Vedras Programa do Mês

Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2024

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 2 de Fevereiro de 2024 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a2.jpeg

a3.bmp

a4.bmp

O Rotary Club de Torres Vedras realizou, no passado dia 23 de janeiro, um jantar festivo no restaurante Páteo do Faustino que contou com a visita oficial do Governador do Distrito 1960, David Valente.

 

Janeiro é um mês especialmente importante para a comunidade rotária. É o momento do ano em que se destacam os serviços profissionais. Recorde-se que o Rotary Club começou com um grupo de profissionais há cerca de 123 anos.

 

Durante o jantar, os rotários torrienses homenagearam Fragata Dias, proprietário da empresa Extincêndios, na qualidade de profissional do ano. A Extincêndios – Equipamentos de Proteção e Segurança S.A. foi fundada em 1981. Teve como primeira sede os anexos da casa particular de Fragata Dias, que se dedicava à manutenção de extintores. Com as necessidades e as oportunidades do mercado, a Extincêndios introduziu-se na comercialização de EPI´S (Equipamentos de Proteção Individual). Atualmente, a Extincêndios ocupa uma posição de referência no setor da segurança e equipamento de combate a incêndios, representando em Portugal diversas marcas prestigiadas do ramo, algumas delas em exclusividade. A empresa está sediada no Ramalhal. É composta por 65 colaboradores. Possui cerca de 32 veículos, quatro viaturas-oficina totalmente equipadas para a manutenção de extintores, oficinas especializadas para a manutenção de auto-escadas e transformação de viaturas, três armazéns, escritórios e showroom.

 

A cantora torriense Susana Félix também foi homenageada enquanto personalidade do ano. Susana Félix nasceu em Torres Vedras a 12 de Outubro de 1975. Apaixonada pelas artes desde sempre, dedicou-se ao canto bem cedo. Em 1988, com apenas 12 anos, vence a Grande Noite do Fado, no Coliseu dos Recreios de Lisboa. De 1989 a 1994 fez teatro amador na sua terra natal. Foi campeã de patinagem artística. Participou em alguns programas televisivos como Domingo Gordo, de Júlio Isidro. Em 1995 participa no programa da RTP “Selecção Nacional” e inicia os seus estudos musicais na Academia de Amadores de Música. Ainda nesse ano é escolhida pela Disney para cantar as músicas da personagem principal do filme Pocahontas. Começa entretanto a trabalhar como cantora de estúdio gravando vários “spots” publicitários e participando no disco “A cor da fogueira” de Mafalda Veiga. Passa a fazer parte integrante da banda da cantora como voz de apoio. Tem vários albúns editados e algumas compilações. Em janeiro de 2018 é editado o hino do Carnaval de Torres, “Samba da Matrafona”, que alcança um sucesso imediato, tendo obtido mais de um milhão de visualizações nas redes sociais durante a primeira semana de lançamento.

 

Em destaque esteve também o tema presidencial escolhido para este ano: “Crie esperança no mundo”. O Governador do Distrito lembrou que a paz no mundo é uma realidade muitas vezes ausente na história do povo. Apesar “dos princípios e valores existentes, as pessoas não se tornaram melhores e é por isso que surgem as guerras”, considerou David Valente, lamentando que a esperança de muitas pessoas esteja a ser destruída por atos e atitudes de terceiros, apelando a uma sociedade mais pacífica. “Se houver uma cultura de paz mais dominante, será mais difícil promover as guerras”, sustentou.

 

Ainda durante o jantar, foram lembrados dois companheiros rotários (Abílio Lopes e Luís Perdigão) que, entretanto, faleceram. David Valente também falou sobre saúde mental, que não sendo uma questão nova em contexto rotário, assume uma posição cimeira nas suas preocupações. Na sua opinião, as empresas devem preocupar-se com esta doença que muitas vezes está encoberta por medo.

 

Escrito por Ana Alcantara

Jornal Badaladas, edição de 2 de fevereiro

 

publicado por RC Torres Vedras às 11:02
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Dezembro de 2023

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 8 de Dezembro de 2023 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a2.jpeg

Em Torres Vedras
Rotários distinguem melhores alunos do concelho

a1.gif

O Rotary Club de Torres Vedras premiou os melhores alunos do concelho de Torres Vedras. A cerimónia de homenagem e de entrega de diplomas realizou-se durante um jantar festivo, no passado dia 28 de novembro, no restaurante Páteo do Faustino, nesta cidade.

 

Num ambiente acolhedor, com a presença dos alunos, pais e professores envolvidos no percurso escolar dos homenageados, o Rotary Club começou por fazer, como habitualmente, a saudação das bandeiras, seguindo-se a apresentação dos companheiros rotários. A mesa de honra foi composta por Marina Baginha, presidente do movimento rotário torriense, por Patrícia Sousa, que dirige o Rotaract, e por Laura Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras.

 

Durante o jantar, onde participaram cerca de meia centena de pessoas, os alunos que estiveram distribuídos pelas várias mesas puderam partilhar as suas motivações e a sua visão sobre o futuro, enquanto cidadãos cooperantes e como homens e mulheres do amanhã integrados no mercado de trabalho.

 

Chegado o momento mais esperado, foram chamados a receber o prémio de “Melhor Aluno”, oito alunos de seis escolas secundárias e duas escolas profissionais do concelho.

 

O Rotary Club, com o apoio de vários empresários locais, tem o objetivo único para atribuição dessa distinção fazer o reconhecimento público dos alunos pelos esforços que fizeram para se tornarem bons profissionais no futuro. O prémio foi entregue aos seguintes alunos: Luísa Marques (Economia, média 19,4), da Escola Secundária Madeira Torres; Rita Ramos (Ciência da Comunicação, 18,6), da Escola Secundária Henriques Nogueira; Sara Grilo (Desporto, 18,27), da Escola Agrícola de Runa; Inês Cruz (Medicina, 19,5), do Externato de Penafirme; Luís Miranda (Gestão, 17,3), da Seminfor; Mateus Silveira (Mecatrónica, 17,7), do CENFIM; Alexandra Gomes (Técnico de Gestão, 19) da ESCO; e Margarida Runa (Ciências Políticas e Relações Internacionais, 19,4), da Escola Internacional.

 

O clube rotário também elege, nesta cerimónia anual, o vencedor do Prémio Dr. José Maria Antunes, um distinto médico torriense, muito dedicado à comunidade local, que deu cartas na área da pneumologia e mostrou ser um exímio desportista.

 

Porque o Dr. José Maria Antunes foi o primeiro presidente do Rotary Club de Torres Vedras e por todas as causas que abraçou, o clube criou um prémio em sua homenagem, sendo que o mesmo divide-se em duas distinções: num ano premeia o melhor aluno em saúde e, no ano seguinte, o melhor aluno em práticas desportivas. Duas áreas que lhe eram muito queridas.

 

Este ano, o prémio foi entregue, através da categoria de saúde, a Inês Patrocínio, aluna da Escola Secundária Madeira Torres, que terminou o 12º ano com a média de 19 valores e que está a seguir Engenharia Biométrica.

 

A terminar a cerimónia, a presidente da Câmara Municipal dirigiu-se aos presentes para agradecer o esforço de todos os envolvidos no processo de aprendizagem dos alunos. “São notas que nos orgulham a todos”, evidenciou a autarca, considerando que os resultados apresentados só são possíveis porque existe um empenho muito grande dos alunos e das suas famílias. “São exemplos muito importantes para a nossa sociedade”, referiu.

 

Patrícia Sousa fez uma saudação especial aos jovens e sublinhou o papel dos mesmos para um mundo melhor. Também aproveitou a ocasião para desafiá-los a conhecer o Rotaract.

 

Marina Baginha, por seu lado, deixou uma mensagem às famílias, partilhando com todos os presentes que o sucesso daqueles alunos são o reflexo de famílias bem estruturadas onde “há mimo e aconchego”. A presidente rotária agradeceu também aos professores presentes que, no seu entender, foram peças fundamentais no percursos daqueles jovens para atingirem os objetivos e as metas delineadas, terminando com desejos de muitos sucessos profissionais aos homenageados.

 

ANA ALCÂNTARA , Badaladas 8 de Dezembro
[ anaalcantara@badaladas.pt ]

publicado por RC Torres Vedras às 10:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2023

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 27 de Outubro de 2023 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a3.jpeg

Aniversário do Rotary Club de Torres Vedras
      "A transformar vidas há 44 anos”

a2.gif

O Rotary Club de Torres Vedras assinalou no passado dia 17 o seu 44º aniversário, durante um jantar festivo que marcou igualmente o 12º aniversário do Rotaract Club torriense, e que contou com a presença do vereador Nelson Aniceto, em representação da Câmara Municipal torriense.

 

Na ocasião, os rotários prestaram homenagem aos companheiros com mais tempo de serviço no club: António Ferreira Nunes, Fernando Santos e Luís de Sousa Lopes, pela sua dedicação e empenhamento em rotary. Considerados um exemplo e uma referência para os mais jovens, partilham mais de quatro décadas de envolvimento rotário e de trabalho em prol da comunidade. “Pessoas inspiradoras e amigas”, souberam “dar de si antes de pensar em si”, tal como indica o lema daquele movimento.

 

Marina Baginha, presidente do clube, homenageou os três companheiros com mais anos em Rotary, empresários e profissionais que continuam ainda hoje, volvidos 44 anos, a fazer a diferença. “O seu esforço e o seu empenhamento não foi em vão”, consideram os rotários, reconhecendo o legado dos sócios-fundadores e recordando na ocasião muitos outros companheiros já falecidos.

 

“A comunidade de Torres Vedras não seria a mesma sem o Rotary. Vocês transformaram vidas de forma positiva ao longo dos últimos 44 anos”, sublinhou o past-Governador, Paulo Martins. A celebrar o seu 12º anversário, o Rotaract de Torres Vedras partilhou o bolo de aniversário com os rotários e emblemou um novo elemento, o economista Henrique Santos, que espera “contribuir para o impacto que o clube e todos nós queremos causar na nossa comunidade”.

 

Paulo Taveira de Sousa, nomeado Governador para o Distrito 1960 (2024-2025), parabenizou o clube e apresentou uma breve comunicação sobre a “Importância da experiência em Rotary para os clubes e a comunidade”.

BADALADAS | 27 outubro 2023

EUNICE FRANCISCO

 

publicado por RC Torres Vedras às 11:04
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Junho de 2023

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 30 de Junho de 2023 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a1.jpeg

Rotary Club de Torres Vedras
Marina Baginha assume a presidência

a3.bmp

Marina Baginha é a nova presidente do Rotary Club de Torres Vedras para o ano rotário de 2023/2024. A tomada de posse teve lugar no passado dia 20, durante o habitual jantar festivo de transmissão de tarefas, com a presença do governador do distrito rotário, Paulo Martins; a presidente do clube padrinho das Caldas da Rainha, Isabel Puga; e a vice-presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino.

 

José Luís de Sousa, presidente cessante, passou em revista o ano em que teve “a honra de servir” e recordou as diversas atividades promovidas pelo clube em prol da comunidade torriense. Assumiu a presidência “num período difícil”, com o abrandamento da pandemia e o início da guerra na Ucrânia.

 

Foi, segundo os seus companheiros, um presidente “motivador e envolvente”, ao longo de “um ano marcado por uma atividade muito relevante, ações cirúrgicas e certeiras”, disse Ana Umbelindo, sublinhando o “forte contributo à educação através da atribuição de bolsas de estudo”.

 

Sucede a José Luís de Sousa, Marina Baginha, que espera “dar continuidade aos projetos existentes e desenvolver novos, com o apoio e participação de todos”, afirmou a nova presidente. José Luís de Sousa, que assume agora a vice-presidência do movimento, prevê que “seja um ano à tua imagem, empreendedor, dinâmico e com muito sucesso”.

 

Do conselho diretor de Marina Baginha fazem ainda parte Miguel Carvalhido Ferreira (secretário), Vidal Teodoro (tesoureiro) e Mário Rodrigues (diretor de protocolo).

 

“A comunidade precisa cada vez mais de organizações como nós”, sublinhou Paulo Martins, reconhecendo a capacidade do clube torriense em manter a dinâmica e a rotatividade da presidência. “É um grande desafio. Nunca deixem de servir vidas e com isso criando esperança”, disse, fazendo alusão ao lema do novo ano rotário “Crie esperança no mundo”.

 

Jornal BADALADAS , edição de 30 de Junho

EUNICE FRANCISCO
[ eunicefrancisco@badaladas.pt ]

 

publicado por RC Torres Vedras às 11:13
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Maio de 2023

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 26 de Maio de 2023 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a3.jpeg

Jantar palestra do Rotary Club de Torres Vedras
“É crucial criar uma indústria de turismo

sustentável e responsável”

a4.gif

“Ética e responsabilidade social no turismo” foi o tema do último jantar com palestra promovido pelo Rotary Club de Torres Vedras, no passado dia 16, na Taberna Napoleão.

 

Foi orador o rotário Miguel Carvalhido Ferreira, doutorando em Turismo e assistente convidado na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (Peniche).

 

Para além dos companheiros rotários, marcaram presença neste convívio Dulcineia Ramos, vereadora do Turismo da Câmara Municipal de Torres Vedras, e Margarida Gregório e Rafael Miranda, alunos do 12°ano do curso profissional de Turismo, acompanhados da professora Elisa Lisboa, entre outros.

 

Miguel Carvalhido Ferreira falou aos rotários do impacto negativo do turismo “desenfreado” nas comunidades locais, na economia e no planeta, “que pode não estar cá amanhã para nos receber”. O orador considera que “é preciso abrandar em alguns pontos” e chamou a atenção para o “consumo excessivo e desnecessário de muitos recursos naturais”.

 

Com uma oferta de serviços e produtos a preços cada vez mais baratos, o mercado “passou a ideia de que o turismo cria emprego, mas muitas vezes esse emprego é precário, com horários incertos e nem sempre valorizado por quem usufrui”, alertou.

 

Miguel Carvalhido Ferreira considera que “é crucial criar uma indústria de turismo sustentável e responsável”. O orador alertou para os benefícios da adoção de práticas de turismo éticas e socialmente responsáveis, por parte das empresas do setor, mas também dos próprios turistas, que possam contribuir positivamente para a economia local, criar emprego e promover o desenvolvimento sustentável. Estas práticas podem reduzir os impactos negativos do turismo no ambiente, promover a utilização sustentável dos recursos naturais, a preservação cultural e o respeito pelas tradições e costumes locais, contribuindo para o bem-estar das comunidades locais.

 

De acordo com o orador, é crucial que os serviços e produtos turísticos estejam cada vez mais alicerçados no conceito de responsabilidade social. “As partes interessadas na indústria do turismo devem trabalhar em conjunto para promover práticas sustentáveis, apoiar as comunidades locais e minimizar os impactos negativos no meio ambiente”, concluiu, defendendo ainda “a promoção de certificações de turismo responsável”.

 

EUNICE FRANCISCO
[ eunicefrancisco@badaladas.pt ]

 

publicado por RC Torres Vedras às 10:53
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Maio de 2023

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 12 de Maio de 2023 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a3.jpeg

Com o apoio do Rotary Club de Torres Vedras e da Papelaria União
Associação de Pais promoveu doação de material de desenho ao Agrupamento Henriques Nogueira

 

a3.bmp

A Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas Henriques Nogueira (APEEAEHN), em Torres Vedras, está a promover uma campanha de recolha de material escolar necessário para as aulas de Educação Visual e Tecnológica (2º e 3º ciclos) e para as aulas de Desenho (Ensino Secundário).

 

De acordo com o agrupamento, foram recentemente identificados vários alunos carenciados, sobretudo ao nível do 2º e 3º ciclo, cujas famílias vivem com dificuldades e não têm como adquirir estes materiais, que são de desgaste rápido. Como tal, “assim que teve conhecimento da situação, a associação mobilizou-se no sentido de apelar à solidariedade de todos”, conta a APEEAEHN. Com o apoio da APEEAEHN e da Associação 4 Corações foi possível reunir para já os materiais necessários para as crianças do 5º e 6º ano, que vão ser entregues à educadora social do agrupamento, para que os faça chegar às crianças.

 

Segundo a APEEAEHN, também as famílias dos alunos do ensino secundário se deparam com dificuldades na aquisição de materiais para a disciplina de Desenho A. Trata-se de materiais mais dispendiosos, muitos são de utilização obrigatória, para uma disciplina que tem exame nacional. “Como pais e encarregados de educação não podemos ficar indiferentes. Sabemos que vivemos tempos difíceis, mas apelamos à solidariedade de quem puder ajudar estas crianças e estes jovens, na medida do que vos for possível, para que também eles tenham a oportunidade de ter sucesso na sua formação”, sublinha a associação. Os materiais podem ser entregues diretamente na Escola EB 2,3 do Maxial, Escola Secundária Henriques Nogueira ou na sede do jornal Badaladas.

 

No passado dia 2, a APEEAEHN entregou ao diretor do agrupamento, José do Vale, o material escolar necessário para os alunos de Educação Visual e Tecnológica e de Desenho, no âmbito de uma campanha de solidariedade promovida pela associação.

 

Esta iniciativa contou com o apoio do Rotary Club de Torres Vedras e da Papelaria União, que também se fizeram representar na entrega dos donativos.

 

EUNICE FRANCISCO
[ eunicefrancisco@badaladas.pt ]

 

publicado por RC Torres Vedras às 12:03
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2023

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 3 de Fevereiro de 2023 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a4.jpeg

Profissional do Ano e Personalidade do Ano
Joaquim Santos e Olga Neves homenageados
pelo Rotary de Torres Vedras

a5.bmp

O Rotary Club de Torres Vedras distinguiu o empresário Joaquim Santos, administrador da Fepal, como Profissional do Ano durante um jantar festivo que teve lugar no passado dia 25, no Campo Real.

 

Aquela organização de profissionais homenageou ainda a artista plástica Olga Neves, como Personalidade do Ano.

 

Joaquim Santos nasceu em 1960, é casado com Leonilde Santos, pai de quatro filhos e avô de cinco netos. Iniciou a sua atividade profissional aos 16 anos, trabalhando nas madeiras na empresa Cruz e Faustino.

 

Em 1990, fundou a Fepal em sociedade com um colega, num velho e pequeno barracão alugado ao lado de casa, tendo adquirido umas velhas máquinas de produção de caixas de madeira de tara perdida. Anos depois, o empresário adquiriu as quotas do sócio e a Fepal passou a ser gerida unicamente por si e pela esposa, Leonilde Santos.

 

A empresa, que tinha iniciado com dois trabalhadores, foi crescendo de forma gradual e, já com o apoio dos filhos, expandiu o negócio iniciando a produção de embalagens de cartão. Em 2013 inaugurou um edifício construído de raiz na zona industrial da Fonte Grada, que conta atualmente com cerca de 100 colaboradores, numa área construída de 17 mil m2. A Fepal adquiriu entretanto uma outra empresa, a Embala na Hora, com unidades no Bombarral e em Alcobaça, hoje com 40 elementos produtivos.

 

O Grupo Fepal SGPS foi criado em 2020 e conta atualmente com mais de 130 colaboradores, espalhados de norte a sul do país, com unidades em Lamego, Óbidos, Torres Vedras e Algarve. O grupo é uma referência no setor, dedicando-se ao fabrico de embalagens de madeira, embalagens de cartão, paletes e palotes, para satisfazer as necessidades de empresas das áreas hortícola e frutícola.

 

“Eficácia, rapidez e simplicidade são as caraterísticas que fazem esta empresa crescer, sempre com grande confiança de todos”, sublinharam os rotários, que quiseram enaltecer as qualidades profissionais, mas também humanas, de Joaquim Santos, “um homem de trabalho”, agradecendo o serviço que presta à comunidade torriense, disse José Luís de Sousa, presidente do clube.

 

Laura Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, deu os parabéns ao clube, “por reconhecer os exemplos que vale a pena ter na nossa comunidade”. Joaquim Santos, ou o Quim da Fepal, como é mais conhecido entre os torrienses, “tem uma manifesta ligação com a comunidade”, disse a autarca. Para além disso, “é um exemplo entre os nossos empresários. Torres Vedras tem um leque imenso de empresários com muita ambição e com visão, que criam empresas de qualidade e produzem riqueza no nosso território”, salientou Laura Rodrigues.

 

“Não é fácil ser artista plástica no nosso país” A ceramista, escultora e ilustradora Olga Neves mostrou-se agradecida ao “carinho” dos rotários por esta homenagem “muito significativa para mim”.

 

Para a artista plástica torriense “é uma sorte poder fazer o trabalho que gosto e ser reconhecida por isso”, sendo certo que “viver das artes nem sempre é fácil”. Olga Neves nasceu em 1972, em Torres Vedras, é casada e tem duas filhas. Estudou cerâmica, técnica pela qual muito se interessou e que aplica tanto na azulejaria contemporânea, como na escultura.

 

Muito do seu trabalho cerâmico está relacionado com o concelho torriense, o seu património histórico e natural e as suas gentes. Formou-se em Artes Plásticas - Escultura, pela Faculdade de Belas Artes, da Universidade de Lisboa, e recentemente fez o curso de Ilustração Científica na Faculdade de Biologia na Universidade de Aveiro. Para além de ceramista e escultora, trabalha desde há seis anos como ilustradora de obras infanto-juvenis, tendo editados cerca de 60 livros.

 

O seu trabalho é muito direcionado para histórias, lendas, fábulas, mitos e tradições culturais. De momento desenvolve vários projetos, sendo um deles com a escritora Ana Meireles, registando contos e fábulas da cultura europeia, nomeadamente portuguesa. Outra parte deste projeto é o registo in loco de lendas nativas do Brasil dos povos indígenas Xavantes, Guarani e Witoto com os quais tem mantido contacto nas deslocações que faz ao Brasil, com o objetivo de ilustrar as manifestações culturais de vários povos, a sua diversidade social e cultural no presente, herança de tradição oral e a forma como se cruzam os contos em diferentes pontos do mundo.

 

Olga Neves exerceu funções como professora durante cerca de 10 anos, estando ainda ligada ao ensino como formadora de professores na área das artes. Tem exposições individuais e coletivas regulares em galerias e museus desde 1998 em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Bulgária, Finlândia, Japão, Estados Unidos da América, Canadá e Brasil.

 

O seu trabalho está representado em vários museus, como o Museu Britânico e a Simons Gallery, em Londres, a Galeria Medialia Rack and Hamper em Nova Yorque, Museu da Marioneta em Lisboa, bem como em diversas câmaras municipais e coleções privadas. É uma artista plástica de “qualidade e reconhecida”, afirmou a presidente do município, que há vários anos trabalha com Olga Neves, oferecendo muitas vezes obras da artista.

 

“Não é fácil ser artista plástica em Portugal, as limitações são muitas. Parabéns aos rotários por terem decidido fazer esta distinção”, concluiu Laura Rodrigues.

 

Escrito:EUNICE FRANCISCO [ eunicefrancisco@badaladas.pt ]

Jornal BADALADAS , edição de 3 de Fevereiro

 

publicado por RC Torres Vedras às 11:12
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2023

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 27 de Janeiro de 2023 notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a2.bmp

Rotary Club de Torres Vedras promoveu palestra para as escolas
“Não existe saúde sem saúde mental”

 

a1.bmp

Após dois anos de interregno, o Rotary Club de Torres Vedras voltou a organizar uma palestra dirigida aos jovens do ensino secundário, no passado dia 19, no auditório do Centro Pastoral de Torres Vedras.

 

Mais de 580 alunos das escolas secundárias Madeira Torres e Henriques Nogueira, do CENFIM e da ESCO, participaram numa discussão sobre a “Doença Mental na Adolescência”, um tema que a pandemia colocou na ordem do dia, despertando consciências para a necessidade de mais informação e sensibilização neste campo. “A saúde mental é prioritária.

 

Não existe saúde sem saúde mental”, afirmou Rita Amaro, médica interna de Psiquiatria da Infância e da Adolescência no Hospital Dona Estefânia.

 

De acordo com Sofia Vaz Pinto, também médica interna de Psiquiatria da Infância e da Adolescência no Hospital Dona Estefânia, as doenças mentais representam cerca de 50 por cento do número total de doenças entre os 12 e os 25 anos de idade e as estatísticas revelam um aumento dos problemas de saúde mental em crianças e adolescentes. Cerca de 20 por cento apresentam pelo menos uma perturbação mental antes de atingir os 18 anos e a maioria não recebe tratamento especializado, levando a doença a progredir até à vida adulta, com sérias consequências. “O mais provável é que conheçamos alguém que sofre de uma doença mental, mas nunca nos apercebemos”, disse a médica, alertando para a importância de “estar atentos a si próprio e aos outros”, nomeadamente a sinais de alerta como mudanças de humor, de comportamento, de sono e de alimentação, aumento da agressividade e da ansiedade, desânimo nas atividades extra- -curriculares e na escola.

 

As oradoras falaram aos jovens sobre as várias perturbações associadas à ansiedade e à depressão, entre outras, sublinhando que as áreas afetadas pelas doenças mentais são muitas, com sintomas que podem ser tanto emocionais como físicos. Mas “ter sintomas por si só não é ter a doença”, frisaram.

 

Nesta fase da vida, é normal os jovens sentirem pressão e ansiedade, “mas é preciso procurar ajuda técnica se for incapacitante”, alertaram. O transtorno depressivo é uma das principais causas de doença e incapacidade entre adolescentes. Além da depressão ou da ansiedade, também podem sentir irritabilidade, frustração ou raiva excessivas, com mudanças rápidas e inesperadas no humor e explosões emocionais. Os comportamentos auto-lesivos são, “infelizmente cada vez mais comuns”, e podem evoluir, levando a pensamentos suicidas, sublinhou Rita Amaro.

 

Estas e outras doenças mentais “vão-se instalando devagar e por isso passam despercebidas durante muito tempo”, disse a psiquiatra, explicando uma vez mais que é preciso estar atento e pedir ajuda, seja através da escola, da família, de médicos ou amigos.

 

A oradora apelou ainda aos jovens para que ajudem a sensibilizar e a desmistificar as “ideias erradas” associadas às perturbações mentais, que impedem muita gente de procurar ajuda e levam mesmo ao abandono dos tratamentos, por vergonha. “A doença mental é uma doença como outra qualquer, portanto tem tratamento, não se cura só com força de vontade”, sublinhou a médica, referindo como podem ajudar alguém: não minimizar o que a outra pessoa está a sentir, ouvir e estar disponível, ajudar e perguntar “o que precisas?” e encorajar a pedir ajuda.

 

Ana Umbelino, vice-presidente da autarquia lembrou aos jovens que podem encontrar apoio no Espaço Primavera - Centro Municipal da Juventude. A autarca defendeu a importância da literacia, “fundamental para termos consciência, só a consciência nos faz agir, para procurar ou pedir ajuda”, concluiu.

 

EUNICE FRANCISCO [ eunicefrancisco@badaladas.pt ]

Edição de 27 de Janeiro 2023

 

publicado por RC Torres Vedras às 13:08
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Outubro de 2022

O Jornal Badaladas publicou na sua edição de 28 de Outubro notícias sobre atividades do Rotary Club de Torres Vedras

a2.jpeg

Visita do governador do distrito rotário
Rotary festejou 43 anos

a1.gif

O governador do distrito rotário 1960, Vítor Cordeiro, realizou uma visita oficial ao Rotary Club de Torres Vedras no passado dia 11, que terminou com um jantar no Dolce Campo Real para assinalar o 43º aniversário da agremiação torriense e premiar os melhores alunos do último ano letivo.

 

Entre os vários prémios entregues, destaca- -se aquele que homenageia José Maria Antunes Júnior, antigo médico, fundador e primeiro presidente do Rotary Club de Torres Vedras, figura nacional da medicina e do desporto, que dá também o seu nome ao pavilhão da Física e ao antigo sanatório do Barro. O prémio distingue alternadamente em cada ano alunos que se distinguem na área da saúde ou um atleta, premiando as duas áreas em que José Maria Antunes se distinguiu.

 

Este ano calhou distinguir um atleta e o prémio foi para João Antunes, campeão nacional de hóquei em patins de sub13 pelo Sporting Clube de Torres.

 

Nos discursos, Patrícia Sousa, presidente do Rotaract, deu os parabéns ao Rotary e felicitou os distinguidos. Assim como, José António Correia, do Rotary Club das Caldas da Rainha, padrinho do clube torriense; e José Luís de Sousa, presidente do clube aniversariante. Ana Umbelino, vice-presidente da Câmara Municipal, felicitou o Rotary pelo papel que tem tido na sociedade torriense. O governador, Vítor Cordeiro, frisou que é um prazer visitar o clube de Torres Vedras, já foi estudante neste cidade na sua juventude. Prémios Escolares - VOG 2022: Carolina Santos Rodrigues (curso Técnico de Gestão da ESCO), média final de 19 valores, residente nos Campelos; Francisco António Lopes Rocha (curso de Técnico de Manutenção Industrial deMetalurgia e Metalomecânica do CENFIM), residente no Sobral de Monte Agraço; André Antunes Santos (Escola Secundária Madeira Torres), média final de 19,8 valores, residente em Torres Vedras; Victoria Rosca (Escola Secundária Henriques Nogueira), média final de 19,8 valores, residente em Aldeia Galega da Merceana; Leonor Araújo Mendes (curso de Ciências Socioeconómicas do Externato de Penafirme), média final de 19 valores, residente na Bombardeira, A dos Cunhados; José Emanuel Rodrigues Martins (curso Técnico de Manutenção Industrial Variante Eletromecânica da SMINFOR – Escola Profissional de Penafirme), média final de 18 valores, residente na Póvoa de Penafirme; Ana Luísa Silva Carreira Esteves (Escola Profissional Agrícola de Runa), média final de 17,7 valores, residente em Calvos, Milharado; Tomás Vieira da Cunha Brôco (Escola Internacional de Torres Vedras), média final de 20 valores, residente em Torres Vedras.

 

Escrito por : JOAQUIM RIBEIRO

Jornal BADALADAS, edição de 28 de Outubro

 

publicado por RC Torres Vedras às 11:41
link do post | comentar | favorito

Desafio lançado pelo Rotaract Club de Torres Vedras

Física e Rotaract: plantando vitórias

a3.gif

Este ano a Associação de Educação Física e Desportiva de Torres Vedras foi desafiada pelo Rotaract a integrar o projeto “Plantando Vitórias” - Uma iniciativa criada pelo Rotaract Club de Torres Vedras, que tem como base a sustentabilidade ambiental e a promoção desportiva na cidade.

 

O desafio proposto à Física indica que por cada vitória das suas equipas seniores de basquetebol (masculina e feminina) e hóquei em patins (A e B) será plantada uma árvore, número esse que será igualado pelo Rotaract. Assim, cada vitória da Física vale duas árvores.

 

O projeto, que já se encontra em vigor, irá decorrer durante toda a época desportiva e será válido para todos os jogos oficiais. A plantação das árvores será feita no concelho e está previsto o anúncio da mesma durante o primeiro semestre de 2023.

 

O Rotaract de Torres Vedras marca presença na cidade desde 2014, onde tem como principal objetivo o apoio à comunidade em que se insere.

 

Editado pelo Jornal BADALADAS

Edição de 28 de Outubro

 

publicado por RC Torres Vedras às 11:30
link do post | comentar | favorito

ROTARY INTERNATIONAL

 

Tradução

Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
19
24
25
26
27
29

Lema Presidencial 2023-24

 

aaaaa.jpg

Posts recentes

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

Desafio lançado pelo Rota...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas public...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na s...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

Jantar festivo do Rotary ...

O Jornal Badaladas, na su...

Distinção ao Jornal Badal...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

Pastel de feijão “gigante...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

O Jornal Badaladas, na su...

tags

assembleia internacional

atividades ri

badaladas

boletim mensal

boletins

bolsas

companheirismo

comunicação

conferência

conselho legislaçao

convenção

convenção 2017

convenção 2022

convenção2012

convenção2013

convenção2014

convenção2015

convenção2016

convenção2018

convenção2019

convenção2020

distrito rotario

divulgação

dqs

efeméride

estatisticas

formação

fotografias

frp

fundação rotária

governador

governador d1960

historia do rotary

ige

interact

jornais

lema

mensagem ri

noticias distrito

novas gerações

palestras

plano de actividades

pobreza e exclusão social

polio

portugal rotário

presidente 2013/14

presidente 2019/20

presidente ri

presidente ri 2014-15

presidente ri 2015-2016

presidente ri 2016/17

presidente ri 2017/18

presidente ri 2020/21

presidente ri 2021/2022

presidente ri 2024/2025

presidente ri 22/23

presidente ri 23/24

princípios rotary

programa mensal

quadro social

rc torres vedras

redes sociais

relações públicas

revista

revista municipal

rotaract

rotary brasil

rotary international

rotary leader

ryla

secretario ri

serviços

the rotarian

transmissão de tarefas

vog

voluntariado

vozes do rotary

todas as tags

Arquivos

Links

Pesquisar neste blog

 

ROTARY INTERNATIONAL no YOUTUBE

 

Rotary International no youtube


Sites de Interesse: