Barra de Navegação

Mensagem RI Rotary Portugal RC Torres Vedras Programa do Mês

Quarta-feira, 1 de Agosto de 2018

Rotary: A nossa história

a1.jpg

"Seja qual for o significado do Rotary para nós, para o mundo ele será conhecido pelos resultados que alcançar." - Paul Harris, fundador do Rotary

Os rotáris dedicam-se a ajudar a humanidade há mais de 110 anos. Conheça um pouco sobre a história do Rotary: https://on.rotary.org/2vryRvF#PessoasEmAção

 

publicado por RC Torres Vedras às 16:13
link do post | comentar | favorito
Domingo, 10 de Junho de 2018

Um livro infantil sobre Rotary

liv.jpg

O Rotary Club das Caldas da Rainha editou, neste ano rotário, um livro infantil sobre Rotary, com o objetivo dar a conhecer o Rotary, junto das crianças e porque não os adultos. A ideia de escrever o livro em português/inglês, além de didático, é também, de uma forma simples divulgar o rotary, além-fronteiras, porque não.

 

A venda líquida dos livros reverte a favor da Rotary Foundation, para que esta transforme o contributo monetário do nosso clube, em projetos que ajudem a mudar a vida de pessoas em todo o mundo. 

 

Divulguem nos vossos clubes.O valor de cada livro é de 15€, caso os companheiros estejam interessados enviaremos à cobrança.

 

Vamos todos divulgar o Rotary e cada um dar o contributo, para fazermos a diferença na vida daqueles que mais necessitam. Bem hajam!

 

Saudações rotárias,
Manuela Franco

Presidente Ano Rotário 2017-2018

publicado por RC Torres Vedras às 15:40
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Maio de 2018

Os 150 anos de Paul Harris

q1.jpg

Em 19 de abril de 1868, nascia o homem que criou o Rotary.

Leia "Os 150 anos de Paul Harris" clicando em : 

https://on.rotary.org/2I9PrJD Revista Rotary Brasil

publicado por RC Torres Vedras às 16:06
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Abril de 2018

Os 150 anos de Paul Harris

Em 19 de abril de 1868, nascia o homem que criou o Rotary

 

No que depender de mim, prefiro viver de pão e água, mas ter pão e água em quantidade suficiente para dividir com toda a humanidade, do que ter à minha frente as criações dos chefs de centenas de Waldorf Astorias e ter de saboreá-las sozinho, encerrado no meu próprio egoísmo.” – Paul Harris

 

a1.jpg

Podemos dizer que foi num domingo, há exatos 150 anos, que a poliomielite teve seu destino traçado. Em 19 de abril de 1868 nasceu o criador da organização que decretou a erradicação da doença. Naquele dia veio ao mundo Paul Percy Harris, o fundador do Rotary.

 

Segundo filho do casal George e Cornelia Harris, Paul vivia em Racine, uma pequena cidade do Estado de Wisconsin, nos EUA, a cerca de cem quilômetros ao norte de Chicago. Cornelia viu a mãe, Clarissa, criar os filhos praticamente por conta própria depois de o marido, Henry Bryan, vender tudo o que tinha e partir sozinho para a Califórnia, por volta de 1849, em busca de ouro. Isto provavelmente a preparou para a vida árdua que a esperava junto a George Harris, seu marido e pai de Paul, com quem se casaria em 12 de maio de 1864.

 

Formado em farmácia e sem nenhuma queda para os negócios, George Harris tornou-se sócio de um cunhado em um estabelecimento comercial em Racine, no ano de 1865. Dentro de apenas três anos, e um mês depois do nascimento de Paul, o negócio foi à falência. George passou a trabalhar em vários e pequenos empregos que se sucediam, enquanto Cornelia dava aulas de piano para reforçar o orçamento. Além disso, eventualmente George recebia cheques vindos de seu pai para ajudar nas despesas.

a2.jpg

Convívio com os avós

 

Em 1871, a família Harris já contava com três filhos. Além de Paul, havia ainda seu irmão mais velho, Cecil, nascido em agosto de 1866; e Nina May, nascida em maio de 1870. Nem a ajuda que vinha do pai de George era mais suficiente para manter as contas em dia. Foi quando George decidiu que era hora de tentar a vida perto da cidade natal, Wallingford, onde ainda moravam seus pais, Howard e Pamela Harris. Foi assim que, em julho daquele ano, George, Cecil e Paul iniciaram uma viagem de quase 2.000 quilômetros. Partindo de trem de Racine, com destino a Milwaukee, a 40 quilômetros de distância, embarcaram num vapor com destino a Buffalo, no Estado de Nova York, e dali seguiram de trem até Wallingford.

 

Naquele momento, iniciava-se uma nova vida para Paul. Embora mais tarde seus pais se mudassem para uma cidade vizinha, ele nunca mais conseguiu morar com eles, acostumado que estava com a vida livre que levava junto aos avós. E foi certamente a lembrança dessa vida familiar e tranquila na pacata vila de Wallingford que lhe veio à mente quando, já adulto, na Chicago de 1900, passeando por seu bairro depois de jantar na casa do advogado e amigo “Bob” Frank, viu-o cumprimentar amigável e calorosamente os comerciantes da redondeza.

 

Antes de fincar as raízes em Chicago, muita coisa aconteceu na vida do jovem Paul Harris. É provável que a relativa liberdade que levava morando com os avós (amorosos, porém condescendentes) o tenha levado a crescer como uma criança hiperativa. Expulso de duas ou três escolas, inclusive de uma faculdade, só “tomou juízo” após a morte do avô, em maio de 1888.

 

Faculdade e aventuras

 

De volta a Wallingford, resolveu não retomar os estudos de direito em Princeton. Durante cerca de um ano e meio teve alguns empregos, chegando inclusive a tentar a carreira militar. Finalmente, após longas conversas com a avó Pamela, decidiu em 1890 ingressar na Universidade Estadual de Iowa, onde sua fama de criador de problemas não era conhecida, permitindo-o concentrar-se nos estudos e terminar seu curso de direito.

 

Em junho de 1981, durante as cerimônias de formatura, estiveram presentes alguns ex-alunos que deram testemunhos sobre sua vida profissional. Veio de um deles, Adelbert Hudson, que fez uma palestra motivacional, o comentário que o levaria a adiar por cinco anos o início da vida profissional. Disse Adelbert que seria bom que cada formando vivesse uma vida simples por cinco anos antes de iniciar a vida profissional.

 

A declaração ia bem ao encontro do desejo de Paul de sair pelo mundo para conhecer melhor lugares e pessoas, e o encorajou a passar os cinco anos seguintes viajando e aceitando qualquer tipo de emprego até fixar residência em Chicago no início de 1896. Isto não significou, porém, lançar âncoras e iniciar um período de sossego. Periodicamente mudava de bairro, frequentava igrejas e cultos de diferentes religiões e logo tornou-se tão familiarizado com a cidade que se gabava de ser o melhor conhecedor da vida boêmia de Chicago.

 

À medida que melhorava sua condição financeira, aumentavam seus compromissos sociais. Tornou-se membro da Associação da Imprensa e da Associação dos Advogados, e nos fins de semana juntava-se a um grupo de amantes da natureza para passear pelos campos dos subúrbios da cidade. Foi em um destes passeios que Paul conheceu Jean, em 1910, com quem se casaria apenas três meses depois.

 

O grande legado

 

A fundação do Rotary Club de Chicago em 1905 veio certamente preencher a necessidade de convívio num círculo de amigos mais íntimos, que pudessem se chamar pelo primeiro nome. Em 1907, Paul tornou-se presidente do clube e, em 1910, da Associação Nacional de Rotary Clubs. Em 1912, a Associação tornou-se internacional e um novo presidente foi eleito. Paul Harris recebeu o título de presidente emérito, mas se afastou da organização, talvez em virtude de grave problema de saúde, talvez porque estivesse iniciando sua vida familiar, tendo acabado de adquirir a casa onde moraria com Jean ao longo de todos os anos seguintes.

 

Paul voltou a frequentar a sede do Rotary após a Primeira Guerra Mundial, levado pela insistência do secretário da organização, Ches Perry, que havia montado para ele uma sala onde pudesse dispor da estrutura necessária para responder à farta correspondência que recebia. Mas Paul permaneceu afastado da administração do Rotary. Frequentava apenas seu próprio clube e atendia alguns convites. Escrevia um artigo anual para a edição de fevereiro da revista The Rotarian, mês de aniversário da organização, e apenas enviava uma mensagem para ser lida nas Convenções Internacionais.

 

A partir de 1928, a convite do Rotary International, Paul começou uma série de viagens para visitar Rotary Clubs em todo o mundo. Foi à Europa em 1928 e 1932, à Grã-Bretanha e à África do Sul em 1934, à Ásia em 1935 e à América do Sul (incluindo o Brasil) em 1936. Foi recebido por reis e presidentes, e por onde passava deixava plantadas suas árvores da amizade, símbolo da boa vontade entre os povos.

 

Ao partir da vida num frio dia de inverno, pouco antes de completar 79 anos, Paul Harris nos deixou um legado inigualável. Seu desejo de compreensão e paz entre todas as nações e povos da Terra continua vivo entre nós, assim como seus ideais.

 

* O autor é Eduardo Muniz Werneck, governador 2010-11 do distrito 4670, associado ao Rotary Club de São Leopoldo-Leste, RS (distrito 4670), e organizador do livro 1936 – O ano em que o Brasil conheceu Paul Percy Harris, que pode ser adquirido pelo e-mailcdpi@revistarotarybrasil.com.br

 

publicado por RC Torres Vedras às 12:19
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Abril de 2018

Rotary International: Aniversário de Paul Harris

a1.jpg

Neste dia, 19 de Abril de 1868, o fundador do Rotary Paul Harris nasceu em Racine, Wisconsin, EUA. Saiba mais sobre sua vida antes do Rotary na sua autobiografia " Meu Caminho para o Rotary".

 

 
publicado por RC Torres Vedras às 16:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 4 de Março de 2018

A Mulher no Rotary - Uma História de Sucesso

a2.jpg

Apesar de em 84 anos, o Rotary só ter admitido homens nos seus quadros, a verdade é que nunca prescindiu da participação das esposas de rotários desde sua fundação, pois Jean Thompson, esposa de Paul Harris, nos primeiros passos do Rotary já permanecia ao lado do marido, quer seja como conselheira ou mesmo como autora de muitas atividades rotárias.

 

Em 1914, Am Brunir e Am Gundaker, também esposas de rotários, ao participarem na Convenção Internacional em Houston, Texas, surpreenderam tanto os rotários presentes que, a partir dai, carinhosamente cunharam a expressão "Rotary Ann", forma afetuosa de homenagem aquela participação feminina.

 

Em 1919 Awilda Arney, esposa do Presidente do RC Chicago fundou e presidiu a organização "Mulheres em Rotary", nome, entretanto vetado pela Convenção de 1921.

 

Em Manchester, Inglaterra, numa reunião com esposas dos rotários foi proposta a criação de um Rotary Club de mulheres, pretenção não aceite pelo RI.

 

Em 1978 o Rotary Club de Duarte, na Califórnia, ao convidar tres senhoras, Mary Lou Elliot, Donna Bogaert e Rosemary Freitag para ingressarem no seu quadro associativo, no ano seguinte viu revogada a sua Carta Constitucional. Inconformado o clube interpôs uma ação contra Rotary International, acusando-o de violação das leis estaduais que impediam essa discriminação em estabelecimentos comerciais ou associações públicas. Após o processo tramitar por todas as instâncias da Justiça, o Supremo Tribunal dos Estados Unidos ratificou a decisão do tribunal californiano, com o fundamento de que, havendo nos Rotary Clubs um propósito de negócio, com estatutos similares às associações públicas, não podiam impedir o acesso das mulheres nos seus quadros.

 

Acatando a incorporação da mulher em Rotary, um dos clubes do distrito de Seattle, convidou 15 senhoras para integrarem os seus quadros. Em 1987 o Rotary Club de Duarte recebeu novamente sua Carta Constitucional e, desta vez, com Sylvia Whytlock  tornando-se a primeira presidente de um clube  Rotary e, portanto, a participar de um Seminário de PETs.

 

Em 1988 Karilyn Van Soest, a segunda mulher na mesma função num clube em Seattle e Sylvia Whythock foram as primeiras senhoras a assistirem a uma Convenção Internacional como rotárias.

 

Só em 1989, entretanto, o Conselho de Legislação alterou os Estatutos de RI eliminando a expressão que limitava apenas aos homens o acesso ao Rotary.

 

A resposta a esta decisão foi avassaladora: em junho de 1990, o número de rotárias havia disparado para mais de 20.000. Em 2018, são mais de 200.000. 

 

publicado por RC Torres Vedras às 20:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

O Rotary faz hoje 113 anos

a1.jpg

Os rotários dedicam-se a ajudar a humanidade há 113 anos.
A nossa organização, composta por 1.200.000 associados, começou com a visão de um homem: Paul Harris. O advogado formou o Rotary Club de Chicago no dia 23 de fevereiro de 1905 para que profissionais de diferentes setores pudessem interagir, fortalecer os seus vínculos de amizade e ajudar diferentes comunidades.

https://rotary.pt/rotary-international-comemora-113-anos/

publicado por RC Torres Vedras às 12:56
link do post | comentar | favorito

Paul Harris - 19 de abril de 1868 a 27 de janeiro de 1947


 

publicado por RC Torres Vedras às 11:00
link do post | comentar | favorito

Biografia de Paul Harris

a1.jpg

FUNDADOR DO ROTARY

 

Em Outono de 1900, Paul Harris encontrou-se com o advogado Bob Frank no norte de Chicago para jantarem. Eles saíram para uma caminhada, parando em algumas lojas no caminho. Paul ficou impressionado em ver como Frank tinha feito amizades com muitos dos vendedores.


Desde que se mudara para Chicago, em 1896, Paul não havia visto este tipo de camaradagem entre empresários e, naquele momento, começou a pensar em como poderia encontrar esse tipo de companheirismo que o lembrava da cidade onde havia crescido, em Vermont. 


Algum tempo depois, ele convenceu outros empresários a reunirem-se para discutir a formação de um clube para negócios e companheirismo. A Sua visão foi a base para o Rotary de hoje. 


“Tinha a certeza que estava a passar por uma experiência comum a pessoas que chegavam a Chicago provenientes de fazendas e cidades pequenas. Mas se havia outras pessoas em busca de companheirismo, por que não aproximá-las?”

 

INFÂNCIA


Paul Harris, filho de George e Cornelia Harris, nasceu em 19 de abril de 1868 em Racine, Wisconsin, EUA. George lutava para sustentar a sua família como pequeno empresário, muitas vezes dependendo da ajuda financeira do seu pai. 

 

Em julho de 1871, Paul e seu irmão mais velho, Cecil, foram morar com os seus avós paternos em Wallingford, Vermont. Paul mais tarde escreveu: "Economia nunca foi o forte de George e Cornelia, eles sempre gastaram muito.”

 

Paul foi criado pelos seus avós, Howard e Pamela Harris, e só encontrava os pais ocasionalmente. Ele cresceu seguindo os valores familiares presentes na Nova Inglaterra. Em outubro de 1928, quando voltou à cidade em que passou a infância para a cerimónia da fundação do Rotary Club de Wallingford, disse: "Grande parte da essência do Rotary teve origem na velha mesa de refeições da Nova Inglaterra.” Ele era um menino endiabrado. 


Cursou o ensino fundamental em Wallingford e o ensino médio em Rutland, onde muitas vezes fazia bagunça e cabulava na aula. Paul também cursou a Black River Academy, em Ludlow, mas foi expulso depois de algumas semanas. Matriculou-se na University of Vermont, em Burlington, mas foi expulso em dezembro de 1886 com outros três alunos por fazer parte de uma sociedade secreta. Mais tarde escreveu que, apesar de ser inocente, a sua expulsão foi justificada. Paul passou o semestre seguinte com um professor particular e, no primeiro semestre de 1887, entrou para a Princeton University. 


Os Seus estudos, no entanto, foram interrompidos pela morte do seu avô em março de 1888. Apesar de ter terminado o semestre, Paul não voltou à faculdade no ano seguinte.

 

VIDA EM CHICAGO

 

Depois de Princeton, Paul mudou-se para Iowa, onde trabalhou no escritório de advocacia de St. John, Stevenson e Whisenand. Depois desse período de aprendizado, cursou a University of Iowa, formando-se em direito em junho de 1891. Em 1896, mudou-se para Chicago, onde abriu um escritório no centro da cidade. Permaneceu envolvido com a sua profissão por mais de quatro décadas. Paul buscou estabelecer relacionamentos significativos pessoais e espirituais que iam além das suas realizações profissionais.


Costumava frequentar diversas igrejas aos domingos em vez de se prender a uma congregação específica. Mais tarde, Paul comentou que a sua religião era, como ele próprio, difícil de rotular. “Eu realmente não tenho filiação religiosa...Não sou fácil de classificar. As minhas convicções não se encaixam na organização rígida das igrejas... É claro que hoje em dia temos acesso a excelentes sermões pelo rádio e eu ouço três ou quatro deles todos os domingos.” Paul amava a natureza. Em 1908, filiou-se a um grupo que, nas tardes de sábado, fazia excursões a florestas, campos e vales próximos à cidade. Em 1911 o grupo tornou-se o Prairie Club e Paul, um de seus diretores.

 

NASCE O ROTARY


Depois de abrir o seu escritório de advocacia em Chicago, Paul teve a ideia de fundar uma organização para profissionais locais. Em 23 de fevereiro de 1905, Paul Harris, Gustavus Loehr, Silvester Schiele e Hiram Shorey reuniram-se no escritório de Loehr, na sala 711 do Unity Building, para o que mais tarde ficaria conhecido como a primeira reunião de Rotary Club.

 

Em Fevereiro de 1907, foi eleito o terceiro presidente do Rotary Club de Chicago, posição que ocupou até o Outono de 1908. Durante o seu mandato, formou a Comissão Executiva, depois chamada de Comissão de Meios e Andamentos, cujas reuniões aconteciam no horário do almoço e eram abertas a todos os associados. Daí veio a tradição adotada por tantos Rotary Clubs.No final de seu mandato, trabalhou para levar o Rotary além dos limites de Chicago. Alguns associados foram resistentes à ideia a princípio, devido ao investimento financeiro que seria necessário.Mas Paul persistiu e, em 1910, o Rotary já existia em várias outras cidades dos EUA. Paul reconheceu a necessidade de formar um Conselho Diretor e uma associação de âmbito nacional. 


Em agosto de 1910, a primeira Convenção Nacional do Rotary foi realizada em Chicago, onde os 16 clubes se uniram como Associação Nacional de Rotary Clubs e, em votação unânime, elegeram Paul Harris como presidente.


No final de seu segundo mandato, Paul afastou-se as suas funções alegando problemas de saúde, obrigações familiares e profissionais. Foi eleito presidente emérito, título que manteve até a sua morte. Em meados de 1920, voltou a envolver-se ativamente no Rotary, participando de Convenções e visitando clubes em outros países.

 

A SUA VIDA COM JEAN

 

Paul conheceu a escocesa Jean Thomson, filha de John e Ann Younson Thomson, durante uma excursão ao que futuramente se tornaria o Prairie Club. “Em um lindo sábado de março de 1910, juntei-me aos meus companheiros do Prairie Club num passeio de trem por Elgin e Aurora.Eu era solteiro e estava aberto a um relacionamento mais sério...
Foi quando ela apareceu...A alegre e adorável Jean.


Casaram-se em 2 de julho de 1910, em Chicago, e em 1912 compraram uma casa no subúrbio de Morgan Park. O casal deu o nome de Comely Bank à sua casa em homenagem à rua em que Jean morou quando criança em Edimburgo. Lá recebiam amigos do mundo todo e várias vezes realizaram reuniões do Rotary Club de Chicago. Sempre que possível as reuniões eram feitas no jardim, que começou a ser chamado de Jardim da Amizade.

 

O casal não teve filhos e Jean acompanhava o marido nas suas viagens a Rotary Clubs em vários países. Após a morte de Paul, Jean continuou a morar em Comely Bank. Depois de algum tempo, no entanto, vendeu a casa e voltou a Edimburgo em 1955. Lá faleceu em 1963.

 

A Paul and Jean Harris Home Foundation comprou a Comely Bank e tem planos para restaurá-la.

 

POR ESCRITO


Paul queria escrever uma mensagem especial para todos os rotarios e Chesley Perry, o primeiro secretário-geral do Rotary, sugeriu a criação de uma publicação com notícias e assuntos importantes para os clubes, cujo custo fosse coberto por anunciantes. Assim foi criada a “National Rotarian,” mais tarde conhecida como “The Rotarian,”. O artigo” saiu na capa da primeira edição em janeiro de 1911. 


Na edição de Fevereiro de 1915, escreveu em homenagem ao aniversário do Rotary. No livro “This Rotarian Age” (1935), Paul explorou as razões que levam as pessoas a fazerem o bem e descreveu como em 1905 a cidade de Chicago estava pronta para o tipo de mudança que o Rotary poderia oferecer. Ele também abordou os desafios futuros do Rotary e seu potencial para promover a paz mundial. Em 1935, Paul e Jean viajaram por três meses pelo sudeste da Ásia e a Austrália. Paul queria publicar o seu relato desta viagem na forma de um livro para depois lançar uma série de crónicas sobre outras viagens. Ele decidiu chamar a série de Peregrinations, sendo que Peregrinations I seria uma coletânea de histórias de viagens que fizera à Europa e à África do Sul, Peregrinations II sobre a sua jornada pelo sudeste da Ásia e pela Austrália (1935), e Peregrinations III(1937) sobre sua viagem à América Central e do Sul. No entanto, ele nunca chegou a organizar Peregrinations I.

 

O FIM DE UMA ERA

 

Em dezembro de 1945, o casal Harris viajou a Tuskegee, Alabama, para passar os meses de inverno, como costumavam fazer. No início de 1946, Paul apanhou uma gripe. Chesley Perry, associado do Rotary Club de Chicago e secretário-geral do Rotary de 1910 a 1942, viajou a Tuskegee e contou que, apesar de estar recebendo atendimento médico, Paul continuava fraco: "Ele vem tendo problemas pulmonares há alguns anos. Não está dormindo nem se alimentando bem." O casal voltou a Chicago em 28 de março de 1946.


Paul Harris faleceu aos 78 anos no dia 27 de janeiro de 1947, em Chicago, após sua longa doença. Três líderes rotários fizeram discursos no seu enterro: Chesley Perry, T.A. Warren (ex-presidente do RI) e Richard Hedke (então presidente do RI). Ex-presidentes do Rotary Club de Chicago carregaram o caixão. Paul já havia expressado desejo de que, em vez de enviar flores, as pessoas fizessem doações à Fundação Rotária em sua homenagem.

 
Por coincidência, dias antes da sua morte líderes rotários haviam-se comprometido a uma grande iniciativa de arrecadação de fundos para a Fundação. Após a sua morte, foi estabelecido o Fundo em Homenagem Póstuma a Paul Harris como maneira de solicitar essas verbas. Este fundo ajudou a estabelecer as Bolsas da Fundação Rotária para Estudos de Nível Superior. Na reunião de maio/junho de 1947, o Conselho Diretor alocou US$60.000, dos US$228.000 arrecadados, para apoiar o programa.

 

MATERIAIS DE REFERÊNCIA

• My Road to Rotary
• The Remarkable Mr. Harris
• Paul Harris and His Successors
• Honrando Nosso Passado: As Palavras e a Sabedoria de Paul Harris


Pesquiza e divulgação
Boaventura Nogueira

publicado por RC Torres Vedras às 10:53
link do post | comentar | favorito

Aniversário do Rotary

a1.png

 

publicado por RC Torres Vedras às 09:36
link do post | comentar | favorito

ROTARY INTERNATIONAL

 

Tradução

Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Lema Presidencial 2018-19

 

q1.jpg

Posts recentes

Rotary: A nossa história

Um livro infantil sobre R...

Os 150 anos de Paul Harri...

Os 150 anos de Paul Harri...

Rotary International: An...

A Mulher no Rotary - Uma ...

O Rotary faz hoje 113 ano...

Paul Harris - 19 de abril...

Biografia de Paul Harris

Aniversário do Rotary

Biografia do Fundador do ...

Rotary International - 23...

Aniversário do Rotary

O Rotary foi fundado no d...

Isto é ROTARY

Mensagem especial do fund...

23 de Fevereiro: Aniversá...

Conheça a História do Rot...

Saiba mais sobre a nossa ...

A nossa história

Prova Quádrupla

Companheiro PAUL HARRIS

Roda dentada do Rotary

Conheça seis Campeões da ...

21 de setembro - Dia Inte...

Conheça a história da pri...

Você sabe como surgiu o a...

Vozes do Rotary: História...

23 de Fevereiro: Aniversá...

TRECHO EXTRAÍDO DO CAPÍTU...

Mulheres no Rotary: Conhe...

23 de Fevereiro: Aniversá...

Fazendo o Bem no Mundo há...

Fevereiro: Mês da Paz e d...

ROTARY: Um pouco de histó...

O Rotary e os Jovens

História do Rotary

Paul Harris - 19 de abri...

Parabéns ROTARY INTERNATI...

Os Quatro Primeiros Rotár...

Há 68 anos falecia o fund...

ÁRVORES DA AMIZADE

Prova Quádrupla

Árvores da Amizade

Paul Harris - 19 de abri...

Lembrando Paul Harris - 1...

OS QUATRO PRIMEIROS ROTÁR...

Há 67 anos falecia o fund...

Conheça todos os lemas do...

As Mulheres no Rotary

tags

actividades ri

aniversário ri

assembleia internacional

badaladas

boletim mensal

boletins

bolsas

companheirismo

comunicação

conferência

conselho legislaçao

convenção

convenção 2017

convenção2012

convenção2013

convenção2014

convenção2015

convenção2016

convenção2017

convenção2018

convenção2019

distrito rotario

divulgação

dqs

efeméride

estatisticas

formação

fotografias

frp

fundação rotária

governador

governador d1960

historia do rotary

ige

interact

jornais

lema

mensagem ri

noticias distrito

novas gerações

palestras

plano de actividades

pobreza e exclusão social

polio

presidente 2013/14

presidente ri

presidente ri 2014-15

presidente ri 2015-2016

presidente ri 2016/17

presidente ri 2017/18

princípios rotary

programa mensal

quadro social

quadro social companheirismo

rc torres vedras

redes sociais

relações públicas

revista

revista municipal

rotaract

rotary international

rotary leader

ryla

secretario ri

serviços

the rotarian

vog

voluntariado

vozes do rotary

todas as tags

Arquivos

Links

Pesquisar neste blog

 

ROTARY INTERNATIONAL no YOUTUBE

 

Rotary International no youtube


Sites de Interesse: