Barra de Navegação

Mensagem RI Rotary Portugal RC Torres Vedras Programa do Mês

Domingo, 5 de Maio de 2024

Maio - Mensagem da Presidente do RI

a1.png

Estou profundamente satisfeito com o entusiasmo demonstrado em todo o mundo no ano passado para apoiar melhor as necessidades de saúde mental uns dos outros e das pessoas a quem servimos.

 

Em janeiro de 2023, quando falei pela primeira vez sobre a necessidade de o Rotary se envolver mais nessa crise, eu disse que o sistema de saúde mental ao redor do mundo não estava quebrado porque na verdade ele nem existia. Mas também expressei meu desejo ambicioso de que o Rotary pudesse ajudar a criar esse sistema.

 

Os primeiros indícios desta visão surgiram quando vocês realizaram dezenas de projetos de saúde mental. Mas tão importante quanto isso é o convite que muitos de vocês têm feito a companheiros do Rotary para que compartilhem suas histórias.

 

Estou impressionado com a liderança que jovens rotarios e rotaractes demonstraram e com as histórias corajosas e inspiradoras que compartilharam. O ex-rotaracte Freddie Almazan, um sobrevivente da violência armada que se recusou a ceder ao desespero, tem uma narrativa pessoal especialmente poderosa que poderemos ouvir em primeira mão na Convenção do Rotary International em Singapura.

 

Para criar mudanças duradouras, o trabalho que fazemos precisa ter um impacto sustentável nas pessoas e comunidades a que servimos. Um ótimo exemplo desse tipo de impacto: Rotary Clubs no Colorado doando uma bolsa de estudo sobre saúde mental pediátrica no Hospital Infantil do Colorado.

 

Na Convenção, vocês também conhecerão os ganhadores do prêmio Pessoas em Ação de 2024 homenageados pelo impacto que, junto com seus clubes, eles causaram por meio de iniciativas de saúde mental. Bindi Rajasegaran falará sobre um projeto liderado pelo Rotary na Malásia que ajuda as crianças a desenvolver habilidades para lidar com os desafios da saúde mental e desenvolve sistemas de apoio em todo o país.

 

Além disso, Rita Aggarwal, diretora do Grupo Rotary em Ação por Iniciativas de Saúde Mental, será reconhecida por seu sucesso na aplicação da estrutura Wellness in a Box, uma abordagem de alfabetização em saúde mental para adolescentes, em sua cidade natal, Nagpur, na Índia. Esta estrutura altamente ampliável oferece suporte clínico e pode ser adaptada para uso em qualquer lugar. Entrem em contato com o Grupo Rotary em Ação se seu clube quiser apoiá-la ou implementá-la.

 

À medida que olhamos para o futuro, o Grupo Rotary em Ação por Iniciativas de Saúde Mental desempenhará um papel de liderança fundamental na promoção de projetos comprovados e mensuráveis. Ao fazer isso, ele capacitará os clubes a se concentrarem em iniciativas que gerem impacto escalável e sustentável.

 

Incentivo todos a acessarem a Central de Aprendizado no Meu Rotary para conferir a série “Amplie seu impacto”. Quando nos concentramos no impacto, damos vida à Declaração de Visão do Rotary, criando mudanças duradouras em nós mesmos, nas nossas comunidades e no mundo todo.

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

 

publicado por RC Torres Vedras às 11:12
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Abril de 2024

Abril - Mensagem da Presidente do RI

22611515_yJMmi.png

Os tempos atuais clamam por paz. Há anos que o Oriente Médio não se encontrava em condição tão instável. O conflito na Ucrânia é o maior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial, e contendas armadas estão acontecendo no Sudão e em partes da África Central. Quase todos os continentes estão passando por grandes conflitos.

 

O Rotary tem um papel vital a desempenhar no avanço da paz. Costumo dizer que precisamos trabalhar em prol da paz de forma tão agressiva quanto aqueles que trabalham pela guerra. Este é o espírito da nossa Declaração de Visão: “Juntos, vemos um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação para causar mudanças duradouras em si mesmas, nas suas comunidades e no mundo todo”. Jamais devemos nos afastar deste primeiro chamado, pois para causar mudanças no mundo todo devemos, primeiro, causar mudanças em nós mesmos.

 

Temos a responsabilidade de demonstrar como viver em paz uns com os outros. Em vez de questionar os motivos de alguém para em seguida passar a conclusões implacáveis, podemos fazer coisas mais produtivas. Depois de ouvir palavras que podem nos deixar tensos ou ofendidos, podemos perguntar, com educação e curiosidade, qual foi a intenção de tais palavras. Agindo assim, temos a oportunidade de reparar qualquer falha ou mal-entendido.

 

Para servirmos de modelo, temos que nos tratar desta forma, encorajando-nos mutuamente a usar palavras que não causem desconfiança ou mágoa para chegarmos a um maior nível de compreensão. Vamos nos ater aos nossos princípios para acabar com os conflitos em vez de inflá-los, sem duvidar da sinceridade um do outro.

 

Lembro-me de um discurso que o senador americano Robert Kennedy fez em 4 de abril de 1968, naquele dia fatídico em que Martin Luther King Jr. foi assassinado. Kennedy estava em Indianápolis falando para uma plateia em um bairro predominantemente de afrodescendentes, onde as pessoas ainda não sabiam que o reverendo havia falecido.

 

Ele então deu a terrível notícia, prestando uma homenagem ao ativista pelo trabalho em prol da justiça e da paz. Kennedy se conectou com o público recém enlutado e revoltado dizendo: “Para aqueles de vocês que são negros e estão se enchendo de ódio e desconfiança contra todas as pessoas brancas por causa de tamanha iniquidade, quero lembrá-los que trago no coração o mesmo tipo de sentimento. O meu irmão foi assassinado”. Foi a primeira vez que ele falou publicamente sobre o assassinato do presidente John Kennedy. A violência reinou em muitas cidades naquela noite, mas não em Indianápolis.

 

É em tempos de crise e desespero que mais precisamos de empatia. A empatia é a ferramenta mais poderosa da paz, sendo vital para darmos os corajosos passos que irão Criar Esperança no Mundo.

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

publicado por RC Torres Vedras às 16:54
link do post | comentar | favorito
Sábado, 2 de Março de 2024

Março - Mensagem da Presidente do RI

leadership-R-Gordon-R-McInally_0.png

Existem muitos caminhos para a paz. E os nossos bolsistas dos Centros Rotary são prova disso.

 

Todos os anos, o Rotary concede até 130 bolsas mundialmente para estudos nas áreas de paz e desenvolvimento. Ao fim do curso, o bolsista tem o conhecimento necessário para trabalhar com prevenção e resolução de conflitos e promover a paz positiva. Alguns exemplos criativos de como aqueles que estudam nos Centros Rotary estão promovendo a paz:

 

Sustentabilidade

Alejandra Rueda-Zarate combinou os estudos em paz e resolução de conflitos com um mestrado em energia e recursos para realizar o seu sonho de proteger o interior da Colômbia.

 

Em 2011, ela fundou a organização NES Naturaleza para auxiliar agricultores colombianos e de outros países latino-americanos a obter treinamento e conhecimento em agricultura sustentável. Esse apoio melhorou a vida de 4.500 agricultores, inspirando muitos deles a se tornarem empreendedores, e promoveu a sustentabilidade ambiental e social em diversos lugares da América Latina.

 

Enfrentamento do racismo

Geoffrey Diesel e Kathy Doherty aplicaram os conhecimentos adquiridos durante o período da bolsa em paz e desenvolvimento para fundar o Projeto Equidade Racial, que é uma subcomissão de ativadores da paz positiva do Rotary na América do Norte que analisa formas de se criar uma sociedade mais pacífica por meio do combate ao racismo.

 

A subcomissão considera como os oito Pilares da Paz Positiva podem apoiar o combate ao racismo e transmite mensagens neste sentido a diversas comunidades na América do Norte. O Projeto Equidade Racial é fruto da parceria estratégica do Rotary com o Instituto para Economia e Paz, um think tank dedicado à promoção da paz positiva.

 

Gerenciamento de desastres com o uso de dados

A Bolsa Rotary pela Paz de Jamie LeSueur cobriu seu mestrado em ciências sociais e pesquisa sobre paz e conflitos. Ele agora lidera ações emergenciais para a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, estabelecendo uma estrutura gerencial e operacional que facilita a atuação desta agência em situações de resposta a emergências.

 

Jamie descobriu que os dados obtidos com pesquisas são uma ferramenta poderosa no trato das complexas questões associadas à resposta em casos de desastres. Independentemente dos protocolos aplicados por uma organização, a tomada de decisões com base em dados obtidos por pesquisas pode esclarecer as situações emergenciais mais complicadas.

 

Essas histórias — e centenas de outras — mostram como o Rotary está formando gerações de líderes prontos e capazes de construir a paz em todo o mundo. Quase 1.800 bolsistas já se formaram nos Centros Rotary e estão aplicando em mais de 140 países o conhecimento adquirido.

 

Que o trabalho contínuo dos bolsistas dos Centros Rotary pela Paz, e dos associados do Rotary que os apoiam, inspire você a continuar Criando Esperança no Mundo por meio de serviços, captação de recursos e pensamento criativo.

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

 

publicado por RC Torres Vedras às 09:54
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2024

Fevereiro - Mensagem da Presidente do RI

leadership-R-Gordon-R-McInally_0.png

Estou entusiasmado e encorajado por ver iniciativas de saúde mental sendo adotadas em todo o mundo rotário. Mais de 1.000 de vocês responderam até agora a uma pesquisa em andamento do Grupo Rotary em Ação por Iniciativas de Saúde Mental, oferecendo seus comentários sobre o que o Rotary pode fazer para melhorar o bem-estar pessoal dos associados.

 

As principais sugestões são esclarecedoras. Os associados do Rotary estão pedindo mais companheirismo, camaradagem, conversas, coesão e conexão. Eles também querem mais reconhecimento, validação e integração. Eles estão buscando mais oportunidades de servir e querem mais atividades voltadas ao bem-estar, incluindo palestrantes de saúde mental, esforços de conscientização e educação.  

 

Nossos associados não apenas apreciam o maior enfoque na saúde mental, mas também acreditam que a experiência rotária melhorará suas vidas. Acho interessante o fato de que os associados não estão pedindo nada de extraordinariamente novo para o clube - em vez disso, eles querem mais daquilo que fazemos de melhor. Por exemplo, a conexão pode ser aprimorada durante as reuniões simplesmente designando assentos diferentes uma vez por mês às pessoas para incentivá-las a falar com alguém novo.

 

Aqui estão algumas maneiras excelentes de ajudar a alcançar esses resultados e tornar o Rotary mais atraente para aqueles que estão pensando em se associar. Em primeiro lugar, precisamos reconhecer a importância de aumentar o sentimento de pertencimento aos nossos clubes e incentivar os associados do Rotary a aproveitar ao máximo todas as oportunidades para criar conexões novas e mais fortes. Especialistas em saúde pública em todo o mundo estão preocupados com o aumento dos níveis de solidão — o cirurgião-geral dos EUA até declarou que se trata de uma epidemia. E os especialistas em saúde mental concordam que encontrar grupos e clubes com hobbies e interesses em comum é uma maneira forte de criar uma maior conexão. O Rotary se trata disso. Precisamos garantir que todos os nossos associados estejam totalmente engajados e que nossas comunidades estejam mais cientes dessa força inerente.

 

Em segundo lugar, se o seu clube encontrou novas maneiras de criar conexões, compartilhe suas histórias conosco em  para que possamos divulgá-las mais amplamente no mundo rotário. Suas ideias podem inspirar outras pessoas. Publique suas histórias de projetos humanitários no Rotary Showcase.

E, por fim, recomendo que compartilhem com seus clubes os resultados de pesquisas como essa e apresentem suas próprias ideias para melhorar a experiência no clube e atender às expectativas dos seus companheiros. A jornada que começamos é mais do que saúde mental. Trata-se de aproveitar toda a força de nossa maravilhosa organização e ajudar todos os associados a se sentirem parte de uma comunidade que se preocupa profundamente com seu bem-estar pessoal.

 

Tudo o que vocês fazem para fortalecer as conexões no Rotary, uns com os outros e com as pessoas a quem servimos, também ajuda a melhorar a saúde mental. E tudo o que fazemos para melhorar a saúde mental ajuda a fortalecer essas conexões. Vamos continuar esse ciclo virtuoso.

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

 

publicado por RC Torres Vedras às 22:22
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Janeiro de 2024

Janeiro - Mensagem da Presidente do RI

leadership-R-Gordon-R-McInally_0.png

Em tempos difíceis como estes, é impossível não sentir o coração partido com devastação e perda de vidas causadas pela guerra e destruição. 

 

O Rotary sempre se posiciona contra o dano, o deslocamento de populações civis e o uso de agressão armada em vez de buscar soluções pacíficas. Defendemos o cumprimento e o respeito às leis internacionais. Acreditamos em ações enérgicas para defender e promover a paz, mesmo nos momentos mais sombrios.

 

Mas também levamos a sério nossa posição como organização internacional, apolítica e não religiosa. Para respeitar as perspectivas e experiências globais de nossos associados e trabalhar de forma mais eficaz em nossos esforços de consolidação da paz, não escolhemos lados em conflitos. 

 

O Rotary é formado por 1,4 milhão de pessoas em comunidades de todo o mundo que estão unidas pelo compromisso de construir um mundo pacífico. Nós nos esforçamos para que nossas palavras e ações priorizem a saúde e a segurança dos nossos associados e das comunidades onde vivemos e a que servimos.

 

Nossos associados procuram oferecer assistência humanitária às pessoas afetadas por conflitos e nosso alcance global exige que promovamos a consolidação da paz e prevenção de conflitos por meio de conexões interculturais, transfronteiriças e de amizade por meio do Rotary.

 

Durante décadas, o Rotary tem usado essas conexões para realizar projetos humanitários, fornecer bolsas de estudos e estabelecer programas como os Centros Rotary pela Paz para ajudar a construir uma paz duradoura. Nossos associados também agem para promover a paz positiva, abordando as causas subjacentes dos conflitos, como pobreza, discriminação, tensão étnica, falta de acesso à educação e distribuição desigual de recursos.

 

Associados do Rotary que desejam promover a paz podem usar Subsídios Distritais e Subsídios Globais da Fundação Rotária para, junto com outros associados, apoiar projetos que ajudem refugiados e desabrigados, ofereçam assistência médica e muito mais. Eles também podem trabalhar ou participar de Grupos Rotary em Ação, Intercâmbios Rotários da Amizade, Grupos de Companheirismo e Comissões Interpaíses. Além disso, os Fundos Distritais de Utilização Controlada (FDUC) ou verbas do distrito podem apoiar nossos esforços de consolidação da paz e prevenção de conflitos.

 

Tanto associados quanto não-associados podem aprender mais sobre consolidação da paz por meio da Academia Rotary de Paz Positiva, um curso de treinamento on-line gratuito disponível a qualquer pessoa em .

 

Não há como negar que os casos de violência e atrocidades cometidas em todo o mundo parecem estar aumentando. A paz global é frágil e os riscos são cada vez maiores.

 

Ainda assim, sabemos que é possível reunir todas as pessoas para trabalhar em prol de um objetivo comum. Os associados do Rotary fazem isso todos os dias em todas as partes do mundo. Que nossa habilidade de nos unirmos em torno de um propósito comum seja a chama que ajude a iluminar o caminho para um futuro menos sombrio.

 

Juntos, vamos Criar Esperança no Mundo.

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

publicado por RC Torres Vedras às 10:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2023

Dezembro - Mensagem da Presidente do RI

leadership-R-Gordon-R-McInally_0.png

Em dezembro, participarei da COP28, a cúpula sobre mudanças climáticas da ONU, em Dubai, Emirados Árabes Unidos. Lá, falarei sobre a convergência de duas crises globais: o clima e a saúde mental. Como a Organização Mundial da Saúde observou, as mudanças climáticas – que afetam moradias e meios de subsistência – agravam os fatores de risco para problemas relativos à saúde mental. O sofrimento emocional causado por um desastre também faz com que seja difícil para as pessoas se recuperarem e reconstruírem a área afetada.

 

A ShelterBox, parceira do Rotary, é uma instituição internacional de assistência em casos de desastres que já prestou ajuda a mais de 2,5 milhões de pessoas deslocadas em aproximadamente 100 países, fornecendo abrigos emergenciais, itens domésticos essenciais e suporte técnico. Gostaria de compartilhar a coluna deste mês com o CEO da ShelterBox, Sanj Srikanthan, que explica a importância das palavras que escolhemos para descrever desastres.

— Gordon McInally

 

O termo desastre "natural" tem sido usado há muito tempo para descrever tempestades tropicais, enchentes, terremotos e erupções vulcânicas, mas é preciso haver uma mudança urgente na linguagem que usamos. Embora o termo possa parecer inofensivo e nem sempre tenhamos acertado, aprendemos com nosso trabalho em comunidades afetadas por desastres como isso perpetua um mito perigoso de que nada poderia ter sido feito para evitar que as pessoas fossem tão afetadas. Essa narrativa equivocada e prejudicial pode levar à falta de ação para ajudar as pessoas que precisam.

 

A linguagem que usamos é importante. Quando classificamos os desastres como naturais, deixamos de reconhecer a complexa interação entre a natureza e o papel das ações humanas, e como elas afetam comunidades em todo o mundo.

 

Terremotos, tsunamis, erupções vulcânicas, tempestades extremas, secas e inundações ocorrem devido a processos naturais na Terra. Mas é a forma pela qual esses eventos afetam as pessoas ou o meio ambiente que tem o potencial de torná-los um desastre — resultados influenciados por fatores humanos, como o local onde as pessoas vivem, tipos de casas que possuem, instabilidade política e falta de medidas proativas para proteger comunidades vulneráveis. Um desastre é resultado de desigualdades sistêmicas no acesso a recursos e poder. O lugar em que vivemos e a quantidade de dinheiro que temos muitas vezes determinam nossa capacidade de recuperação. As pessoas mais afetadas são aquelas que vivem na pobreza, com menos meios para se proteger e poucos recursos para resistir ao próximo desastre. 

 

Ao classificar esses eventos como naturais, minimizamos a necessidade de medidas proativas para proteger as comunidades vulneráveis, mascarando a instabilidade social, econômica e política subjacente que faz com que as comunidades marginalizadas e desfavorecidas sejam desproporcionalmente afetadas. Nossas equipes veem em primeira mão a forma pela qual questões como desigualdade, pobreza, urbanização, desmatamento e crises climáticas podem tornar as comunidades mais vulneráveis.

 

Na ShelterBox, simplesmente dizemos "desastre" ou somos mais específicos, descrevendo o clima extremo, terremoto, tsunami ou erupção vulcânica. Peço a todos que nos ajudem a quebrar esse ciclo, comprometendo-se com uma linguagem que reflita com precisão por que as pessoas são tão afetadas.

 

Só então abriremos o caminho para abordar as causas subjacentes da vulnerabilidade e poderemos trabalhar em direção a um futuro mais justo e equitativo para todos, com os investimentos, medidas proativas e recursos necessários para ajudar a proteger as comunidades afetadas.

 

Desastres não são naturais. Temos que parar de dizer que eles são.

Sanj Srikanthan
CEO, ShelterBox

 

publicado por RC Torres Vedras às 17:44
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Novembro de 2023

Novembro - Mensagem da Presidente do RI

leadership-R-Gordon-R-McInally_0.png

No ano que vem, o Rotary dará um passo importante para apoiar a consolidação da paz no Oriente Médio e Norte da África ao iniciar o recrutamento para o nosso mais novo Centro Rotary pela Paz, na Bahçeşehir University (BAU), em Istambul.

 

Uma série de eventos programada para o próximo ano divulgará o novo centro de estudos e o trabalho pró-paz do Rotary. A Convenção do Rotary International de 2024, em maio, marcará os 25 anos desde que os primeiros Centros Rotary pela Paz foram anunciados — coincidentemente em Singapura, na Convenção de 1999. O processo de seleção do primeiro grupo de Bolsistas Rotary pela Paz da BAU começa em 2024, e os candidatos selecionados iniciarão os estudos no início de 2025.

 

Desde a sua instauração, o programa dos Centros Rotary pela Paz formou aproximadamente 1.700 bolsistas que estão trabalhando em cerca de 140 países na criação de um mundo mais pacífico. É claro que isso merece ser comemorado, mas os bolsistas Rotary pela paz são mais do que um dado estatístico. Suas ações colaboram, e continuarão colaborando, para Criar Esperança no Mundo.

 

Exemplos não faltam. Jennifer Montgomery e Gorett Komurembe — bolsistas da Makerere University, em Uganda — são cofundadoras da iniciativa Magenta Girls. Esta ONG internacional dá ferramentas e suporte a meninas e jovens mulheres ugandenses para que superem as normas sociais impostas à comunidade feminina, a pobreza geracional, a violência baseada em gênero e, também, traumas diversos, como o provocado pelo tráfico humano.

 

Ndzi Divine Njamsi, outro bolsista da Makerere, está compartilhando com seus próprios alunos, nos Camarões, o que aprendeu sobre paz positiva. Ele se interessou pelo programa do Rotary de ativador de paz positiva após presenciar o extremismo, o discurso de ódio on-line e a violência no seu país. Após concluir os estudos, ele levou seu aprendizado para a faculdade de administração Yaoundé International Business e a outras organizações do país centro-africano.

 

O mundo precisa de mais pessoas como essas que se formam em Makerere e nos outros Centros Rotary. Todos nós podemos promover a paz incentivando trabalhadores locais desta área a aprenderem mais sobre o Rotary e se candidatarem à bolsa. Os associados do Rotary também podem orientar os candidatos ou trabalhar com os que já se formaram, os quais, provavelmente, têm uma iniciativa que se beneficiaria da sua ajuda.

 

Vale lembrar que os Centros Rotary na América do Norte, Europa, África, Austrália e Ásia precisam de suporte financeiro. O programa da BAU foi possível graças à generosa doação de US$ 15,5 milhões da Otto and Fran Walter Foundation à Fundação Rotária.

 

O novo centro oferecerá o programa de aperfeiçoamento profissional, com duração de um ano, na área de paz e desenvolvimento para bolsistas dedicados à construção da paz no Oriente Médio e Norte da África.

 

Devemos perseverar para o advento da paz, pois ela é o solo fértil onde a esperança cria raízes. Como em qualquer jornada, só podemos dar um passo de cada vez. Então, que esses sejam passos que daremos juntos!

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

publicado por RC Torres Vedras às 10:04
link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Outubro de 2023

Outubro 2023- Mensagem da Presidente do RI

a1.png

A OMS denominou 10 de outubro como o Dia Mundial da Saúde Mental. Como o Rotary está dando foco especial à saúde mental neste ano, gostaria de responder à pergunta que me é feita com frequência durante minhas viagens: como meu clube pode participar?

 

Há alguns exemplos maravilhosos de associados que entraram em ação. Nas Filipinas, o Rotary Club de Tiaong-Hiyas realizou um desafio de 12 semanas voltado a mães para promover exames básicos de saúde e um estilo de vida mais saudável.

 

No final, elas acabaram criando um vínculo especial e decidiram formar um Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário (NRDC) chamado Ilaw ng Tahanan, com o objetivo de envolver mais mães no apoio à saúde e bem-estar. Posteriormente, espera-se que elas também deem suporte a serviços para jovens, como prevenção da gravidez precoce e combate ao uso de substâncias prejudiciais à saúde. Quase um ano depois, o NRDC está se preparando para abrir seu próprio centro de saúde, onde as mães poderão obter apoio.

 

Outro belo exemplo é no Colorado. No outono de 2021, um pequeno grupo do Rotary Club de Highlands Ranch formou o Rotary Club de Colorado Endowed Fellowship for Pediatric Mental Health, que auxilia o Hospital Infantil do Colorado a recrutar e treinar profissionais da área de psiquiatria pediátrica e permite à rede hospitalar realizar consultas adicionais. Isso diminui a escassez de profissionais de saúde e expande a prestação de cuidados mentais para as crianças.

 

Desde então, o projeto trouxe novos apoiadores e agora é totalmente financiado com um subfundo de US$ 500.000 do Fundo de Dotação. O retorno de investimento desta doação é suficiente para cobrir uma bolsa de estudos para psicólogos ou psiquiatras no Hospital Infantil, sendo que, a partir de 2024, um bolsista será selecionado a cada um ou dois anos. Com o passar do tempo, um grupo de profissionais estará habilitado a tratar crianças no Colorado e estados vizinhos.

 

Há uma série de projetos de saúde mental inspiradores no Rotary Showcase, e te convido a compartilhar suas experiências por meio deste canal assim que iniciar seus próprios projetos. Desde já, sinta-se à vontade para enviar suas opiniões e ideias sobre saúde mental para .

 

No dia 10 de outubro, realizarei uma live no Facebook para marcar o Dia Mundial da Saúde Mental, onde falaremos como os associados do Rotary podem iniciar essa jornada. Antes de terminar, quero mencionar uma maneira pela qual todos os associados podem fazer a diferença.

 

Neste exato instante, há alguém que você conhece no Rotary — seja no seu clube, em um Grupo de Companheirismo ou Grupo Rotary em Ação — que se beneficiaria do tempo e atenção que você tem para ofertar. O Rotary é uma rede global de amigos, e isso significa que precisamos procurar estar disponíveis para ajudar uns aos outros.

 

Como associados do Rotary, descobrimos diariamente as conexões que nos unem. O Rotary sempre foi assim, e podemos ir longe por meio da ajuda mútua para que cada um de nós encontre a paz.

 

Precisamos aprender a perguntar não apenas “Como você está?”, mas “Como você está, de verdade?”. Agindo assim, o Rotary continuará Criando Esperança no Mundo.

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

 

publicado por RC Torres Vedras às 19:28
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Setembro de 2023

Setembro 2023- Mensagem da Presidente do RI

leadership-R-Gordon-R-McInally_0.png

Dedicado ao fortalecimento dos ideais de pacificidade pela Assembleia Geral das Nações Unidas, com a observação de 24 horas de não violência e cessar-fogo, o Dia Internacional da Paz é celebrado em 21 de setembro.

 

Como Pessoas em Ação, para nós não basta que as guerras deixem de acontecer. É necessário buscarmos a paz de forma proativa para podermos Criar Esperança no Mundo.

 

E por onde começar? Existem inúmeros conflitos armados no planeta e a população global de deslocados está mais alta do que nunca. As oportunidades são quase infinitas mas, por outro lado, os ciclos de violência e dificuldades parecem intermináveis.

 

Na minha opinião, o melhor a fazer é começar de forma pequena, porém, pensando grande. Eu, por exemplo, me inspiro nos associados do Paquistão e da Índia.

 

Em março de 2020, cerca de 50 membros da família rotária do Paquistão e aproximadamente 50 da Índia se encontraram no Kartarpur Sahib, um santuário no Paquistão em homenagem a Guru Nanak, o fundador do Sikhismo, religião praticada em ambos os países. As tensões entre Índia e Paquistão impediam muitos peregrinos indianos de visitar o santuário, algo que mudou em 2019, quando o governo paquistanês deixou de exigir visto de entrada dos indianos.

 

No início deste ano, associados do Rotary de ambos os lados da fronteira se encontraram novamente no santuário, desta vez com o dobro de participantes.

 

Qualquer iniciativa pró-paz exige coragem e ousadia, e estes componentes não faltaram na ação desses associados. O governo paquistanês deu um passo importante em direção à paz ao facilitar a peregrinação dos indianos ao santuário, mas foram os associados do Rotary que deram o próximo passo ao receber seus colegas da Índia como amigos e membros da família. Isso é o que chamamos de paz positiva em ação!

 

Esses construtores da paz não pararam aí. Representantes dos clubes no encontro deste ano assinaram certificados de clube-irmão para chancelar o compromisso de longo prazo em continuar aprendendo uns com os outros e trabalhando juntos na construção da paz. Vale ressaltar que eles também têm realizado reuniões conjuntas por vídeo.

 

A importância de se comunicar e aprender com outra cultura não pode ser subestimada, e o Rotary está facilitando ainda mais o alcance e o estabelecimento de conexões. Uma forma de se engajar em diálogos transculturais e construir relacionamentos transfronteiriços é por meio de intercâmbios virtuais, que ampliam nossos programas atuais e os tornam mais acessíveis.

 

Um intercâmbio virtual usa plataformas on-line para conectar pessoas de diferentes países para que compartilhem tradições, prioridades, valores e muito mais. Este tipo de intercâmbio é como uma janela que se abre para mostrar outra parte do mundo com atividades como aulas de culinária, ensino de idiomas ou elaboração de projetos.

 

Essas interação digital tem o poder de inspirar a formação de vínculos e gerar mais respeito entre as sociedades. Utilizar esses conhecimentos para melhorar a vida dos nossos semelhantes é o próximo passo.

 

Juntos, vamos descobrir aonde chegaremos.

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

 

publicado por RC Torres Vedras às 13:25
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Agosto de 2023

Agosto 2023- Mensagem da Presidente do RI

leadership-R-Gordon-R-McInally_0.png

Na Convenção de 2023 em Melbourne, pedi a todos que se dedicassem às nossas iniciativas em prol da saúde mental. Isso inclui ajudar uns aos outros a se sentirem mais amparados, interceder por serviços de saúde mental e estabelecer conexões com especialistas para expandir o acesso a tratamentos.

 

Esta é uma tarefa importante e desafiadora. Ao mesmo tempo, é algo que deve trazer uma sensação de familiaridade para os associados do Rotary, pois tudo o que fazemos emana do espírito do zelo, doação, amizade e compaixão.

 

Crescemos e nos tornamos esta incrível rede global de 1,4 milhão de líderes comunitários interconectados e comprometidos em fazer o bem no mundo. Porém, o poder do Rotary não vem somente do que fazemos pelas comunidades; vem também do apoio e empoderamento que damos uns aos outros e da criação de espaços seguros para nossos associados se expressarem de forma autêntica e integral. Nós cuidamos e damos conforto uns aos outros.

 

Essas conexões são profundamente significativas. O Dr. Vivek Murthy, cirurgião-geral dos Estados Unidos, declarou recentemente que a solidão é uma epidemia de saúde pública. Afirmou ele: “devemos priorizar a formação de conexões sociais da mesma forma que priorizamos outras questões críticas de saúde pública, como tabagismo, obesidade e transtornos causados pelo uso de substâncias tóxicas”. Estou orgulhoso do que o Rotary tem feito ao longo das gerações para construir esse tipo de conexão social. Vale lembrar que a edição de janeiro de 2023 da revista Rotary focou na solidão e no que o Rotary pode fazer a respeito disso.

 

Nossa comunidade global e o lema que nos une, Dar de Si Antes de Pensar em Si, fazem do Rotary um potente defensor global da saúde mental. Um estudo recentemente publicado pela Universidade Estadual de Ohio apontou que a realização de atos de bondade foi a única das três intervenções de saúde mental testadas que ajudou as pessoas a se sentirem mais conectadas. O coautor do estudo, David Cregg, comentou: “realizar atos de bondade parece ser uma das melhores maneiras de promover essas conexões”.

 

Esse estudo respalda o que sempre soubemos: que fazer o bem ajuda a transformar não apenas as comunidades às quais servimos, mas também a nós mesmos. À medida que focamos mais na saúde mental, não devemos pensar nisso como algo novo para o Rotary mas, sim, como algo que podemos fazer melhor e, como resultado, causar um impacto maior em nós mesmos e no próximo.

 

Não estamos iniciando esse trabalho do zero. O Grupo Rotary em Ação por Iniciativas de Saúde Mental tem se concentrado nessas questões há vários anos, e contaremos com os seus membros para nos guiar nesse caminho.

 

O cuidado com a saúde mental se encaixa perfeitamente em várias das nossas áreas de enfoque. Até maio, já existiam 41 projetos financiados por Subsídio Globais voltados ao bem-estar da mente. Muitos deles são bastante promissores, e falaremos mais sobre estes projetos nos próximos meses.

 

Portanto, vamos trabalhar juntos para eliminar o estigma associado ao bem-estar emocional, aumentar a conscientização sobre as necessidades de saúde mental e ampliar o acesso a serviços preventivos e de intervenção nesta área da saúde.

 

Juntos, Criaremos Esperança no Mundo. 

Gordon McInally

Presidente, 2023-24

 

publicado por RC Torres Vedras às 22:36
link do post | comentar | favorito

ROTARY INTERNATIONAL

 

Tradução

Maio 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Lema Presidencial 2023-24

 

aaaaa.jpg

Posts recentes

Maio - Mensagem da Presid...

Abril - Mensagem da Presi...

Março - Mensagem da Presi...

Fevereiro - Mensagem da P...

Janeiro - Mensagem da Pre...

Dezembro - Mensagem da Pr...

Novembro - Mensagem da Pr...

Outubro 2023- Mensagem da...

Setembro 2023- Mensagem d...

Agosto 2023- Mensagem da ...

Julho 2023- Mensagem da P...

Junho 2023- Mensagem da P...

Maio 2023- Mensagem da Pr...

Abril 2023- Mensagem da P...

Março 2023- Mensagem da P...

Fevereiro 2023- Mensagem ...

Janeiro 2023- Mensagem da...

Dezembro 2022 - Mensagem ...

Novembro 2022 - Mensagem ...

Outubro 2022 - Mensagem d...

Setembro 2022 - Mensagem ...

Agosto 2022 - Mensagem da...

Julho 2022 - Mensagem da ...

Junho 2022 - Mensagem do ...

Maio 2022 - Mensagem do P...

Abril 2022 - Mensagem do ...

Março 2022 - Mensagem do...

Fevereiro 2022 - Mensagem...

Janeiro 2022 - Mensagem d...

Dezembro 2021 - Mensagem ...

Novembro 2021 - Mensagem...

Outubro 2021 - Mensagem d...

Setembro 2021 - Mensagem ...

Agosto 2021 - Mensagem do...

Julho 2021 - Mensagem do ...

Junho 2021 - Mensagem do ...

Maio 2021 - Mensagem do P...

Abril 2021 - Mensagem do ...

Março 2021 - Mensagem do ...

Fevereiro 2021 - Mensagem...

Janeiro 2021 - Mensagem d...

Dezembro 2020 - Mensagem ...

Novembro 2020 - Mensagem ...

Outubro 2020 - Mensagem d...

Setembro 2020 - Mensagem ...

Agosto 2020 - Mensagem do...

Julho 2020 - Mensagem do ...

Junho 2020 - Mensagem do ...

Maio 2020 - Mensagem do P...

Abril 2020 - Mensagem do ...

tags

assembleia internacional

atividades ri

badaladas

boletim mensal

boletins

bolsas

companheirismo

comunicação

conferência

conselho legislaçao

convenção

convenção 2017

convenção 2022

convenção2012

convenção2013

convenção2014

convenção2015

convenção2016

convenção2018

convenção2019

convenção2020

distrito rotario

divulgação

dqs

efeméride

estatisticas

formação

fotografias

frp

fundação rotária

governador

governador d1960

historia do rotary

ige

interact

jornais

lema

mensagem ri

noticias distrito

novas gerações

palestras

plano de actividades

pobreza e exclusão social

polio

portugal rotário

presidente 2013/14

presidente 2019/20

presidente ri

presidente ri 2014-15

presidente ri 2015-2016

presidente ri 2016/17

presidente ri 2017/18

presidente ri 2020/21

presidente ri 2021/2022

presidente ri 2024/2025

presidente ri 22/23

presidente ri 23/24

princípios rotary

programa mensal

quadro social

rc torres vedras

redes sociais

relações públicas

revista

revista municipal

rotaract

rotary brasil

rotary international

rotary leader

ryla

secretario ri

serviços

the rotarian

transmissão de tarefas

vog

voluntariado

vozes do rotary

todas as tags

Arquivos

Links

Pesquisar neste blog

 

ROTARY INTERNATIONAL no YOUTUBE

 

Rotary International no youtube


Sites de Interesse: